terça-feira, 31 de março de 2015

Treino de posicionamento.

Hoje, Lana treinou posicionamento do time, aquele treino que serve para mostrar as formas de jogar da equipe, por exemplo: serve exatamente para indicar onde cada jogador deverá estar posicionado para receber a bola.

Também para aquele jogador que vai fazer o passe, ele tem a noção exata que o companheiro está no lugar certo e que poderá fazer a jogada com tranquilidade.

Em resumo, o entrosamento flui com mais rapidez, como diz o ditado do futebol, o time joga por música, o que ainda não é o nosso caso, mas, chegaremos lá. No final, alguns fundamentos, como chutes, cruzamentos etc. 

A equipe melhora a cada dia a parte física, ainda estamos longe do ideal, mas, com o decorrer das competições, a tendência é o condicionamento dos atletas, já houve progressos. Para o jogo de quinta-feira contra o Bahia, Lana terá uma tática especial para vencer a partida. Vamos ver...
Até mais...

segunda-feira, 30 de março de 2015

Milhares de garotos na peneira do Naça.

Na peneira realizada hoje a partir das 14h no CT Barbosa Filho, estiveram presentes cerca de 1000 garotos, todos ávidos por uma vaga nas fileiras do Mais Querido para as competições em 2015, o Nacional irá participar das 3 categorias, infantil, juvenil e juniores, mais ou menos 50 meninos foram selecionados.

Os trabalhos começam a partir de maio, visando inicialmente o campeonato de futebol júnior, depois, infantil e juvenil.

O Nacional espera revelar alguns futuros craques para integrarem a equipe principal, como era no passado, onde tínhamos muitos craques.
 

Escolinha de futebol.

Começam as inscrições a partir abril, portanto, fiquem atentos.

Quanto ao time profissional, treinou pela manhã, onde Lana realizou treino tático e na parte da tarde, fizeram  trabalhos na piscina. Amanhã treinam de manhã e a tarde.
Miro.

domingo, 29 de março de 2015

Naça líder absoluto.

Amigos.
Desculpem-nos pela ausência ontem 28, é que ficamos sem internet, somente hoje resolvemos o problema e daremos as noticias da vitória do Mais Querido.Nacional vence e se firma na liderança do Amazonense

Pois é, como pode um time estar na liderança, invicto com 18 pontos ganhos, seus concorrentes diretos 5 pontos atrás, e olha que não está cem por cento fisicamente. Isso só aconteceu em 2001, mais de dez anos atrás.

Pois bem, como é que sua torcida reclama do time, critica o time, não prestigia o time, é realmente preocupante, será que não temos mais torcida? As outras equipes se estivessem nas condições, estariam dando pulos de alegria, mas, falemos sobre o jogo contra o xará borbense. 

Wanderley marca o sétimo gol pelo Nacional diante do Naça Borbense
Fotos. Lucas Amorelli.
O Nacional no primeiro tempo, jogou com mais vontade, com Wanderley e Leonardo pressionando o adversário em busca do primeiro gol, de tanto insistir, o Mais Querido abriu o placar aos 17 minutos, com Wanderley mostrando seu faro de artilheiro e marcando seu sétimo gol no campeonato, é o artilheiro da competição. 

O bom time do Nacional Borbense, mostrou que estava vivo no jogo e arriscou uns contra-ataques e num deles, conseguiu seu gol aos 30 minutos do primeiro tempo através de Jéferson.
O Nacional bem que tentou mexer novamente no placar, porém o tempo inicial terminou empatado em 1x1.

No segundo tempo, o gol de número 2 do Nacional, através de Leonardo, aproveitando assistência de Wanderley. Por 20 minutos, o time de Borba equilibrou o jogo e levou perigo à meta de Rodrigo Ramos. Dai em diante, o Nacional fez prevalecer sua maior qualidade técnica e se impôs na partida e o placar terminou em 2x1 para o Leão da Vila. 

Esse resultado nos leva a liderança isolada, com 5 pontos à frete dos dois segundos colocados, portanto, vamos apoiar nosso time, a comissão técnica, só assim, teremos grandes chances de galgar uma posição melhor nas competições. Pensem nisso.
Até mais...  





sexta-feira, 27 de março de 2015

Naça x Naça.

É neste sábado que os Naças se encontram o da capital e o de Borba, o jogo será no estádio Carlos Zamith as 15h. 

O jogo será transmitido pela TV acritica ao vivo.
Os ingressos custarão 30 e 15 reais, mulher não paga.

Na tarde de hoje, Lana realizou treino tático e apronto para enfrentar o Naça borbense, o time vai em busca de sua sexta vitória neste campeonato e a manutenção da liderança.

Provavelmente o time terá novidades para o jogo de amanhã, vamos aguardar o que Lana irá fazer, quem ele vai escalar, qual a mudança que será feita, se acontecer, será por força das circunstâncias que o time vive relação ao preparo físico. 
Miro.

Naça realiza peneira.

Lana anuncia Naça vai realizar peneira nesta segunda (30)

27/03/2015 21:05h | Escrito por Ennas Barreto

Garotos de 14 a 19 anos de idade podem comparecer ao CT Barbosa Filho, a partir das 14h

Com o objetivo de buscar futuros talentos para o futebol, o técnico do Nacional Futebol Clube, Aderbal Lana, realiza avaliações técnicas para jovens nascidos entre 1996 a 2001. A peneira será realizada na próxima segunda-feira (30), a partir das 14h, no Centro de Treinamento Barbosa Filho, bairro Coroado, Zona Leste de Manaus.
De acordo com Lana, essa peneira é o início da execução do projeto da Academia de Futebol Barbosa Filho em revelar jogadores amazonenses.
Lana anuncia Naça vai realizar peneira nesta segunda (30) 
“Estamos iniciando a execução do projeto para o qual fui contratado aqui para o Nacional. Temos esse compromisso em ajudar na revelação de jogadores amazonenses. Sabemos que existem garotos de muito talento que precisam de oportunidade e, claro, orientação e estamos aqui para isso”, afirma.
O técnico nacionalino ressalta que mesmo estando no comando do time profissional vai dar continuidade ao projeto da Academia de Futebol do Leão.
“Apesar de estar como técnico do time profissional irei participar da peneira, pois como havia dito esse é um dos meus compromissos aqui. Tenho o Paulo Morgado como meu parceiro, além da nossa comissão que está inserida no processo para que possamos fazer um bom trabalho. Claro, estamos buscando outros profissionais que irão completar a equipe que vai trabalhar para dar a melhor formação possível a esses garotos”, explica.
Aos interessados em participar do teste, importante ressaltar que é necessário  levar chuteira, calção e meião.

O gigante da maratona.

Pois é, amigos.

O nosso Nacional, só sendo mesmo um gigante pra suportar a maratona de jogos que vem enfrentando, vejam que mesmo capenga fisicamente, ainda somos o líder isolado com 5 jogos e 15 pontos ganhos. 

Vejam nosso retrovisor, o pessoal na peia, imaginem se a preparação física tivesse sido bem feita. Como podem ter notado, o cansaço eminente apresentado no jogo contra o Iranduba. A comissão técnica está se esforçando bastante pra melhorar as condições físicas do elenco.

Para os próximos dias, nova maratona, serão 4 jogos seguidos, sábado que vem jogaremos com o Nacional Borbense, na quinta-feira seguinte, o Bahia pela Copa do Brasil, no domingo o Fast na Colina e na quarta-feira vamos a Itacoatiara enfrentar o Penarol. É dose, ai a torcida reclama do time que foi devagar contra o Iranduba, é muito cruel. Pra completar, nosso elenco é reduzido, está difícil nesse momento encontrar jogador bom desempregado.

Em vez de criticar, a torcida deveria apoiar o time em massa, lotando os estádios, isso é ser nacionalino, não adianta declarar amor, paixão, sem demonstrar. Pensem na maratona de jogos que vem por ai e vamos apoiar o time nos unir com treinador, diretoria e os cambau, o que interessa é o Naça e ponto final.
Até mais...  

quinta-feira, 26 de março de 2015

Naça goleia Iranduba em ritmo de treino.

O Nacional jogando a meia boca, não teve dificuldades para vencer a equipe do Iranduba pelo placar de 4x0, foi no Carlos Zamith. Os gols foram de Wanderley 2, Lídio num golaço de cabeça e Hyantony.

O jogo, morno sem muito interesse por parte do Nacional em alguns momentos, só a partir dos 20 minutos do primeiro tempo é que o time acordou e passou a criar algumas chances de gol.

Wanderley foi o nome do jogo em termos ofensivos, já Lídio e Denis, jogaram o de sempre, muitíssimo bem, o resto do time, tocou a bola sem muita objetividade, no segundo tempo, Lana tirou Lídio, poupado e meteu Felipe Manoel, tirou Leonardo e  pos Hyantony e tirou Bruno Potiguar, para a entrada de Railson, o time deu uma melhorada e saíram dois gols. Final, Nacional 4x0 Iranduba. 

Sábado, o time enfrenta o Nacional Borbense, também no Carlos Zamith as 15h. O time precisa melhorar muito ainda, tem que contratar um atacante de bom, daqueles que fazem gols realmente, um meia a nível de Danilo Rios, Paulo Bayer, Magno Alves etc. Somos lider. 
Até mais...   

terça-feira, 24 de março de 2015

Que venha o Iranduba.

Lana confiante no sucesso da equipe daqui pra frente.


No Nacional a paz voltou a reinar, ao contrário do que alguns idiotas tentam passar que o time está em crise, tentando desestabilizar o ambiente no Mais Querido. O time volta a campo nesta quarta-feira, no estádio C. Zamith, para enfrentar o Iranduba num jogo atrasado de uma rodada anterior do nosso campeonato. O técnico Lana, para ele, a eliminação da Copa Verde, domingo passado, já foi esquecida pelos atletas do Leão da Vila. O que interessa daqui pra frente, são as outras competições que vem pela frente, Campeonato Amazonense, Copa do Brasil e Série D. 

Fiquei contente com o que vi. O time está subindo de produção, O interesse é em todas as competições que temos pela frente. Nosso propósito é montar uma equipe de respeito para as competições que se avizinham.

Para as futuras competições, o pensamento é moldar a equipe à sua meneira e recuperar de uma vez por todas a parte física, que ainda está abalada pelos fracos treinamentos que o outro preparador físico vinha dando ao time. 


Na quarta-feira 25, basta uma vitória simples para o time retornar a liderança, os jogadores já mostram sinas de recuperação, daqui mais ou menos 3 jogos, já estarão quase no ponto. Andrezinho continua entregue ao DM.

O lateral esquerdo Tiago já treina com o grupo e assim que recupere a forma, estará a disposição de Aderbal.

Na tarde de hoje o time treinou um tático e uma movimentação para o jogo contra o time verde de Iranduba. O jogo será as 20.00h no C. Zamite.
Até mais...

Faltou pernas.

De:  Luis Claudio Chaves (chavesluisclaudio@gmail.com) Este remetente está na lista de contatos.
Enviada: segunda-feira, 23 de março de 2015 02:43:44
Para: Adalberto Monteiro (adalberto_monteiro@hotmail.com)

 
Enquanto teve "pernas" o Naça foi superior.
 
Não foi o suficiente para vencer os paraenses, o jogo foi empate, mas
a evolução do Nacional é clara e indiscutível: acabou o espaço entre
os volantes e a defesa e o time foi no geral mais compacto, com os
jogadores se mantendo mais próximos uns dos outros durante a maior
parte do jogo.
Não fosse a necessidade de fazer mais gols, o Mais Querido não ficaria
exposto aos contra - ataques e teria vencido com tranquilidade.
Desse confronto com os paraenses dá pra tirar algumas conclusões: o
Nacional precisa melhorar muito a preparação física e a criatividade
no meio campo. Precisamos de uma espécie de Danilo Rios ou equivalente
neste setor. No plantel é nessário pelo menos um atacante de
velocidade e um cabeceador especialista. Isto para o primeiro semestre
ainda. Nosso sistema defensivo funcionou bem hoje, os laterais e
zagueiros se superaram. No meio, Potiguar, Dênis e Lídio jogaram
muito. O Fininho, embora longe de render o que sabe e pode jogar, foi
cirúrgico alçando a bola para o Leonardo abrir o placar. Mesmo abaixo
de seu potencial, toda vez que Fininho sai substituído o Naça cai de
produção. Não que não devesse sair, mas seus substitutos não têm
melhorado o time.
Enfim, vejo sendo lapidado um novo elenco e pra quem acompanha futebol
sabe que isto não é fácil.
Vamos à luta vencer o campeonato amazonense para garantir o calendário
para 2016 e poder jogar a série D deste ano com tranquilidade.
É isso.

Parabéns amigo Luis, pelo artigo.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Os absurdos de um jogo na Colina, o que a FVO faz.

Amigos.

O tal legado que tanto se falou em prosa e verso que a Copa do Mundo no Brasil deixaria. Transformou-se num comércio lucrativo para os donos das empresas que serviram à Copa. 


Vejam vocês que em um simples jogo da Copa Verde, o Nacional teve que desembolsar uma pequena fortuna com os aparatos inventados para tomar dinheiro dos clubes. Os vilões são. Os gradis, banheiros químicos, stuarts(segurança Privada), de equipes de seguranças, lanche para a policia militar, que quando acaba o jogo, vaza rapidinho do estádio, deixando o povo a mercê dos marginais. Pra que? Se temos a polícia militar que já é paga pela população. O torcedor é humilhado, é roubado pelos exploradores dos bares no preço da água, refrigerante e sanduíches. 

Pra que gradis nas ruas? um exagero, rende mais lucros p/eles.

Não tem mais a cerveja para o torcedor, não tem estacionamento para o torcedor, o pouco que tem a polícia militar toma de conta, estádio mau construído, sem o mínimo de conforto, sem cobertura, enfim, um inferno. Pergunta-se, pra quê ir ao estádio com todo esse sofrimento? O pior de tudo é que ninguém toma nenhuma providência, é o cúmulo.



E tome gradis.
A  que saudades do nosso Vivaldão, ele sim, com sua generosidade nos dava prazer, alegria. Todos os fatos citados acima, o nosso Colosso do Norte nos oferecia, polícia militar, tinha, refrigerante, água, cerveja, tinha e com preço acessível ao torcedor, estacionamento, tinha, cobertura do estádio, tinha, saíamos de casa e estacionávamos nosso carro na frente dos portões do estádio, o cara que o construiu foi um gênio, nos proporcionou tudo de uma vez. A Arena é linda, mas, não nos dá conforto. Nossos carros a mil metros de distância, nesse trajeto que vai proteger o torcedor, seu carro que fica na via pública sendo multado, todo mundo ganha, menos os clubes e o torcedor. Pra quê ir ao estádio? Se tem jogo passando direto, como resgatar o torcedor, se ele é tripudiado junto com os clubes.
Pra que?...


O Nacional amargou prejuízo com tantas cobranças desnecessárias.


 Pra que? Se o estádio já tem banheiros e o evento é dentro do estádio e não fora do estádio, tá na cara que alguém tá ganhando din din as custas dos clubes.

Naça só empata e diz adeus à Copa Verde.

Amigos.

Hoje mais uma vez ficou provado que o Nacional carece urgentemente de um meia de qualidade, um atacante de qualidade e um lateral esquerdo.

O time não tem articulador de jogadas, aquele cara que deixa os atacantes de frente pro gol, não tem, o homem que seria esse cara é o Fininho, um puta jogador, porém não evolui no Nacional, joga sempre pros lados ou para trás, o Nacional precisa daquele jogador que municie os atacantes. Talvez precise de um companheiro para ajudá-lo. 
Também ficou provado que o nosso Leonardo não está legal, mesmo tendo marcado o gol, não aguenta dois tempos. Quanto a lateral esquerda, precisamos realmente, mesmo tendo em João Rodrigo uma grata surpresa atuando por ali, fez uma grande partida, jogou muito mais que o Andrezinho. 

O público foi razoável, de médio pra bom, talvez dê para o clube pelo menos pagar as despesas, o que estragou tudo foi aquela derrota em Belém com aquele placar de 4x1, se tivesse sido menos elástico, ai sim, teríamos a Colina lotada.

O time, Lana já arrumou, falta apenas os jogadores que citei acima e melhorar a preparação física, que mais uma deixou suas sequelas'
Ei Danilo Rios, vem logo, ei Paulo Baier, vem logo, urgente. Ei atacante matador, vem logo. Tá na hora... Se não vierem essas peças, vai ficar muito difícil Copa do Brasil e Série D. Na série D, tem que ser jogador de um salário mais elevado, um nível melhor, se não, não vai. 
Miro.

sábado, 21 de março de 2015

Tudo ou nada.

Agora é tudo ou nada, a equipe nacionalina, está concentrada para o grande e decisivo jogo de amanhã diante do Papão da Curuzu.

Vale a vaga para as semi-finais da Copa Verde, a missão do Mais Querido é difícil, mas, não impossível, afinal são dois gigantes, grandes representante do Norte do país.

O time paraense está com uma grande vantagem, porém, não pense ele, que será fácil, o Nacional promete lutar até o último minuto do jogo, no momento, o Paysandu está dando as cartas.

No futebol, tudo é possível, vejam os dois exemplos a seguir. Em 2001, o Vasco estava perdendo por 3x0 até os 5 minutos do segundo tempo, em pleno Parque Antártica, jogo válido pela Copa Rio São Paulo, o time carioca voltou com determinação e garra para reverter para 4x3 e levar o título.


Em 2014, o nosso Nacional estava com o placar adverso, necessitando vencer por 3 gols de diferença, entrou em campo determinado e motivado e deu no que deu, venceu por 5x1 e também levou um dos mais emocionantes títulos de sua história.

Portanto, amigos, vamos acreditar que tudo é possível, basta querer e o Naça vai querer, amanhã veremos um outro Nacional, um Nacional que ainda não vimos este ano. Acreditem, compareçam em massa para prestigiar nosso Leão.

Esquema especial.

Infelizmente, a copa do mundo ainda não acabou para nós. Seremos mais uma vez desrespeitados em nosso direito de ir e vir, porque? O esquema especial que limita a chegada dos carros até 800 metros do estádio, significa dizer que a segurança vai existir apenas dentro do estádio, já pararam pra pensar que o torcedor terá que andar a pé 800 metros para ir e vir, nesses 1600 metros ele está sujeito a ser roubado, agredido etc. Sim, porque não tem polícia para dar segurança nesse trajeto da saída do estádio. Entendemos que não tem estacionamento, nesse caso, que nos dias de grandes jogos que fosse permitido estacionar nas ruas próximas, como é feito em algumas cidades. Afinal é só aquele dia, depois, tudo volta ao normal. E pra complicar mais ainda, não tem gelada, é brincadeira...
Até mais...

 

sexta-feira, 20 de março de 2015

Naça treina o apronto.

Na tarde desta sexta, Lana fez seu treino apronto para o jogo contra o Paysandu no domingo.

Pode-se dizer que o aproveitamento foi bom, muitos gols, empenho dos jogadores, boa movimentação. Posicionamento dentro do cronometrado, o resultado, muitos gols com Leonardo e Wanderley no ataque.


Por outro lado, os atletas estão confiantes em um grande resultado, a classificação, da parte deles, vai haver muita entrega, com um só objetivo, bola na rede do Papão.

Wanderley está animado, promete lutar até o fim do jogo, Leonardo também bastante confiante, disse que o Naça é um time de viradas.


Cremos nisso, temos que arrancar a classificação, nada é impossível, tudo é possível, porque não? É só lembrar do ano passado, nos apegamos nisso, disse o atacante. 


Amanhã, provavelmente Lana deverá fazer um recreativo. No mais, é aguardar o dia do jogo e torcer muito por uma vitória azulina.


A torcida se movimenta no sentido de fazer uma grande festa e sair da Colina comemorando, temos certeza disso.

Miro.

Treino tático.

Hoje novamente Lana treinou o time com um trabalho de fortalecimento e mais um tático, aos poucos os jogadores vão assimilando os treinamentos e a melhora é e sentida na movimentação do pessoal.

Amanhã, o treinador deverá fazer um coletivo apronto, tudo focado no jogo de domingo diante do Papão da Curuzu.

Como se sabe, o jogo será na Colina, com início para as 17.30h, horário de Manaus. A arbitragem será de Roraima.

O time está confiante e uma grande vitória, luta não vai faltar.
Miro.  

quinta-feira, 19 de março de 2015

Treino técnico e de posicionamento.

Isso sim, é o correto, treinar o posicionamento do time, treino importantíssimo para o desenvolvimento do time, mostra exatamente o que o jogador tem que fazer dentro de campo.

Os deslocamentos, a colocação para receber o passe, os lançamentos, enfim, é um treino super importante numa equipe de futebol, coisa que nunca se viu com o outro treinador.

É muita diferença, como um time treina 3 meses e não tem preparo físico? É o cúmulo, agora está ai, Aderbal, Morgado e Pedrinho tentando corrigir tais falhas, mas, o pior já passou, domingo o time vai mostrar sua nova cara, os jogadores estão melhor preparados e sairemos com um bom resultado contra o Paysandu.
Miro. 

Ingressos.

Já estão sendo vendidos na sede do Clube, na Sport Line Nell e na Cortez Câmbio e Turismo.
40 a inteira e 20 a meia. 

terça-feira, 17 de março de 2015

Wanderley e Lídio marcam e o Naça vence.


Na ponta da artilharia, Wanderley comemora novo gol e vitória do Naça
Os goleiros ficaram a cargo de Iuna que não deu trégua, exigiu bastante dos três. Aliás, em se tratando de goleiros, são os que mais trabalham, termina o treino e eles ficam no campo por mais tempo em relação aos outros jogadores. 

Amigos.

Wanderley está se tornando a referência no ataque do Naça, já são 4 gols no campeonato amazonense, é o artilheiro, pra quem prometeu 25 na temporada, o cara está indo bem, se continuar assim, tem grandes chances de cumprir a palavra. Lídio, (autor do segundo gol) um monstro ao lado de Denis.


Hoje, Aderbal fez uma movimentação, mais pra relaxar os jogadores, depois foi a vez dos que não atuaram na partida contra o Manaus FC, fez trabalhos específicos com Hyantony, até porque é um atacante que sabe marcar gols e fatalmente será relacionado para o jogo de domingo, foi o vice- artilheiro do campeonato gaúcho 2014, perdeu para o Barcos do Grêmio que foi o artilheiro.
O mesmo aconteceu com outros como Weverton, Tiago Verçosa, Railson e Tiago Marin, esses jogadores serão fundamentais, caso Lana necessite de um deles.
Miro.

Pela internet.

Venda online de ingressos para Naça x Papão inicia nesta 3ª.
Copa Verde


17.03.2015 - 15:58 - Amazonas

Começa hoje a venda de ingressos online no site Ingresse para o jogo entre Nacional e Paysandu, que acontece no dia 22 de Março no Estádio Ismael Benigno (Estádio da Colina). A venda para o público geral também está disponível pelo aplicativo da plataforma, disponível para Android e IOS.

A partida é válida pela Copa Verde e terá restrição de entrada para menores de 3 anos. Os valores dos ingressos são de R$40 (inteira) e R$20 (meia) para o setor de Arquibancada. Crianças de até 12 não pagam o ingresso desde que estejam acompanhadas dos pais e portando documento de identidade.

Para se classificar para a segunda fase, o Nacional precisa vencer por 3 a 0 ou então quatro gols de diferença, já que perdeu no jogo de ida, em Belém, por 4 a 1. Uma vitória por 4 a 1 do time amazonense leva a partida para os pênaltis.

A troca dos ingressos adquiridos pela Ingresse deve ser feita na sexta-feira (20), das 08h às 17h ou no sábado (21), até o meio dia, na sede do Nacional Futebol Clube, localizada à Rua São Luiz – Adrianópolis.

Serviços:
Nacional vs Paysandu
Data: 22/03/2015
Horário: 17h30
Valor: R$40 (inteira) e R$20 (meia)
Ingressos: http://site.ingresse.com/ingressos-nacional-e-paysandu
Local: Estadio Ismael Benigno (Estádio da Colina)
Endereço: Avenida Pres. Dutra, 927 - Santo Antônio, Manaus

Retirada dos Ingressos

Data: 20 e 21 de março
Horário: No dia 20, das 8h às 17h; 21, das 8h às 12h
Local: Sede do Nacional Futebol Clube
Endereço: Rua São Luiz, S/N - Adrianópolis - Manaus.
Fonte: Diário do Amazonas.




Naça é líder novamente.

O time do Nacional entrou em campo disposto a recuperar a liderança do campeonato, partiu pra cima e na segunda tentativa abriu o marcador com Wanderley escorando cruzamento de Peter.

O jogo continuou com o domínio nacionalino, onde Lídio comandava as ações do meio campo, ditou realmente o ritmo e como prêmio à sua bela atuação no primeiro tempo, marcou um golaço de cabeça, raro de se ver, colocado, no ângulo direito de Jonathan, que sem a mínima chance de defesa, não esboçou nenhuma reação. 2x0 para o mais querido.
O Manaus ainda marcaria seu gol em cobrança de falta, também no primeiro tempo.
O segundo tempo foi mais equilibrado, com o time do Manaus tentando de todas as formas o gol de empate, sem sucesso. 

Com esse resultado, o Mais Querido isola-se na liderança. O time sentiu cansaço no segundo tempo de jogo. Três jogadores nacionalinos, foram acima da média, Lídio jogou muito até se contundir, Denis e Peter, fez tudo no jogo. E Sinomar colocava o homem no banco, é um brincalhão, já foi tarde.
Até mais.

domingo, 15 de março de 2015

Naça e Papão, na Colina.

COPA VERDE: O duelo entre Leão e Paysandu-PA será na Colina

15/03/2015 21:12h | Escrito por Ennas Barreto.

A partida será realizada no dia 22 deste mês, às 20h. O jogo da ida foi em Belém e o Paysandu venceu.

O palco para a disputa da classificação para próxima fase da Copa Verde será a Colina, o duelo entre Nacional FC e Paysandu-PA, que inicialmente seria realizado na Arena da Amazônia Vivaldo Lima foi transferido para o estádio Ismael Benigno, a Colina. A partida será no dia 22 de março, às 17h30.
Serão colocados a venda 10 mil ingressos, sendo 6 mil entrada inteira pelo valor de R$ 40 e 4 mil meia-entrada que custarão R$ 20. 
 



Treino técnico/tático.

O paredão Rodrigo Ramos,
Hoje novamente, Aderbal Lana ministrou mais um treino técnico e tático, o motivo, é que devido os jogadores não estarem cem por cento fisicamente, os treinos tem sido leves para não forçar. 

Daqui para o jogo contra o Paysandu, já estarão melhor preparados. Falando em Paysandu, o jogo pela Copa Verde dia 22/mar, foi transferido para o estádio da Colina, o início continua às 17.30h.

Mas, falando do jogo de amanhã 16, contra o Manaus FC, os ingressos já estão a venda na sede do clube e a noite, no estádio da Colina.

Os jogadores estão concentrados, aguardando o início da partida, no caso de vitória do Mais Querido, a liderança volta para o time da Vila Municipal.

Lídio, será que ele vai com a dez novamente? O cara jogou muito naquele jogo contra o mundico, Dênis, também não deixou por menos, aliás, essa dupla é da pesada, para jogar futebol, é claro.
Miro.

sábado, 14 de março de 2015

Treino técnico.

Hoje pela manhã Aderbal e Morgado realizaram treino técnico, fizeram alguns ajustes técnicos, o time evolui a cada dia, a tendência é chegar pelo menos aos 80 por cento da forma dos jogadores.

Isso acontecendo, o Nacional dificilmente será batido nesse regional. Os jogadores estão mais confiantes com o vem acontecendo após a saída de Sinomar.

A parte física, que era o calcanhar de Aquiles do time, já preocupa menos, Pedrinho tem feito trabalhos para recondicionar os atletas e os resultados já começaram a aparecer. No jogo de segunda-feira contra o Manaus, com certeza iremos notar algumas diferenças, pra melhor, é claro.
Para o jogo contra o Paysandu, ainda teremos 08 dias, um bom tempo para deixar o time no ponto e vencermos o time paraense na Arena da Amazônia.

A nossa classificação virá basta, termos fé, o Aderbal garante que dará tudo de si pra deixar os jogadores com confiança e raça pra ganhar o jogo.
Miro.

Treino tático.

Naça treinou tático na tarde de hoje no CT Barbosa Filho, aos poucos Lana vai ajustando as peças do tabuleiro, logo, logo ele dará o xeque-mate.

No sábado será realizado um treino de posse de bola e uma movimentação para um melhor posicionamento da equipe.

O lateral Ailton já está regularizado, porém, não se sabe se o mesmo vai estrear pelo Leão da Vila, o que embaçou é que o atleta recebeu uma proposta do Botafogo-PB e está indeciso se vai ou não, é deixar o certo pelo duvidoso, aqui ele irá receber em dia, lá, não se sabe. Se fosse o Nacional, mandava logo esse cara embora, é muito c... doce, nem sabemos se joga alguma coisa. 

Quando ao jogo contra o Manaus, a federação recebeu comunicado que o estádio da colina foi cedido pelo governo aos pastores, para um jogo no sábado, com isso a FAF teve que remanejar a tabela e passou o jogo do Naça contra o Manaus FC para a segunda-feira na colina, pensando bem, até que é bom, o time do Manaus FC está muito acostumado no Zamith e o Nacional está se habituando a colina. É isso então, vamos à colina na segunda.
Miro.  

sexta-feira, 13 de março de 2015

Mudança de atitude.

De:  Luis Claudio Chaves (chavesluisclaudio@gmail.com) 
Enviada: quinta-feira, 12 de março de 2015 23:39:31.



 
"NA MUDANÇA DE ATITUDE NÃO HÁ MAL QUE NÃO SE MUDE"
Havia assistido a cinco jogos do Nacional este ano, em todos o mesmo padrão: dificuldades na criação de jogadas ofensivas e deficiências na compactação do time gerando instabilidade defensiva.
Nesse meio tempo o Nacional oscilou entre a superação ( Nacional 3 x 2 Operário) e apatia ( Paysandu 4 x 1 Nacional), invariavelmente, sem convencer, até mesmo na vitória em cima do Rio Negro, 3 x 0.
Começavam a anunciar a incapacidade deste elenco azulino de se apresentar de forma convincente perante sua apaixonada e exigente torcida. Não foi o que vimos ontem.Neste jogo com o São Raimundo algo muito diferente aconteceu e obviamente não foi o resultado, afinal, tratou-se da terceira vitória seguida no Campeonato Amazonense e a consolidação da liderança isolada na competição.
O Nacional fez em 60 minutos muito mais que apenas vencer. Nos fez sonhar.
Quem foi ao estádio Ismael Benigno, a Colina, na noite do dia 11 de março de 2015 assistiu ao esboço de um novo e insinuante time: solidariedade na marcação, melhor compactação e muita criatividade ofensiva, a ponto podermos afirmar sem nenhum exagero: até os 15 do segundo tempo um 4 x 0 seria o placar a espelhar a superioridade nacionalina em campo.
A substituição de Leonardo por Thiago Marim no intervalo deu mais equilíbrio e sustentação ao meio de campo do Nacional, mas a saída de Fininho, desgastado fisicamente, ocasionou queda de rendimento ao Mais Querido. O substituto não foi mal, mas naquele momento precisávamos de um jogador para driblar em velocidade puxando os contra-ataques e Raílson não possui tal característica. Na verdade necessitávamos de uma espécie de Fininho descansado.
A partir daí o São Raimundo foi para o tudo ou nada e por várias vezes o Nacional chegou a estar mais perto do terceiro gol do que o adversário de fazer o primeiro, mas foi desperdiçando seguidas oportunidades.
Começaram a aparecer os velhos problemas de compactação do time azulino, especialmente o espaço entre os zagueiros e os volantes. Foi por ali que o São Raimundo passou a produzir suas jogadas ofensivas e conseguiu originar o lance do pênalti, diminuindo sua desvantagem.
No final, vitória nacionalina por 2 x 1.
Só pra registrar: o Lídio jogou muito e o Vanderley também.
A melhor mudança apresentada pelo Nacional foi a mudança de atitude.
Não fomos um time apático e sem aptidão para vitória, ao contrário, durante a maior parte do tempo o Nacional foi o Nacional, um time vocacionado para vencer, que lutou, foi pra cima do adversário, com fome de vencer e que também soube se defender.
Ótima estreia de Aderbal Lana e Paulo Morgado.
Renasce a esperança nos corações nacionalinos.
Com a mudança de atitude não há mal que não se mude.
Sigo acreditando.

Reservas treinam.

O time que jogou contra o São Raimundo folgou no dia de hoje, apenas os que não participaram do jogo treinaram no C.T  Barbosa Filho.

Na sexta, voltam com as baterias recarregadas para reiniciar os trabalhos visando o jogo de segunda-feira contra a equipe do Manaus F.C.

O jogo será na Colina as 20h, antes estava marcado para o estádio Carlos Zamith, porém, a federação teve problemas com falta de estádio e solicitou a mudança.

O problema é que haverá um jogo de pastores e o estádio foi cedido a eles, não sabemos informar por quem. Onde já se viu pastores querendo jogar futebol em campos do futebol profissional? É o cúmulo, que joguem em campos de amadores, tem tantos por ai.
   
O time carece de um meia de categoria, aquele cara que resolve realmente o problema, a diretoria aguarda a resposta do treinador, é ele quem realmente sabe o que a equipe está precisando, se achar que não necessita, paciência, ele sabe o que faz.
Miro.

quinta-feira, 12 de março de 2015

Naça detona Mundico e é líder.

Jogando um futebol de primeira no primeiro tempo, o Nacional não tomou conhecimento do São Raimundo e dominou o tempo inteiro.

Lídio, um monstro dentro de campo, o craque do jogo, dominou todas as ações do time adversário, não deu chances, Denis, outro gigante, Robinho, hoje esteve muito bem e ainda marcou o segundo gol.

Bruno também esteve bem ao lado de Wanderley, outro que jogou muito. Afinal, todo o time jogou bem.

No segundo tempo, o time ainda começou muito bem e fez 2x0, os gols foram de Fininho e Robinho, até aos 15 minutos ainda suportou, daí pra frente, o preparo físico pesou e o time recuou, perdeu Leonardo no intervalo por contusão e a coisa complicou um pouco, nada que ameaçasse a vitória do Mais Querido.

    
No jogo de hoje, deu pra notar que o time está diferente em relação ao treinado pelo treinador anterior, mais determinado e aplicado, mais veloz, as jogadas saiam com maior rapidez e qualidade, lógico, falta melhorar muito, mas, já é um bom sinal.
Até mais...

quarta-feira, 11 de março de 2015

Treino de posicionamento.

Hoje Aderbal comandou um treino de posicionamento com o objetivo exclusivo de entrosar o time, ou seja, mudar a maneira de jogar adotada pelo treinador anterior, afinal de contas, ele tem como objetivo, formar um time vencedor, daqueles que a gente nunca esquece, como o time de 2013.

Aderbal Lana Nacional-AM (Foto: Assessoria do Nacional F.C)
Lana, conversa com Tiago Marin.
Pra falar a verdade, eu acredito que venceremos o Paysandu na Arena da Amazônia, daremos um ritmo melhor com os três jogos que teremos pelo campeonato amazonense, dias 11, 15 e 19/mar. Portanto, a confiança é grande e estaremos classificados dia 22/mar contra o Papão da Curuzu.

Lana só vem pedindo uma coisa, que deixem ele trabalhar em paz que os resultados positivos virão, como sabemos, ele gosta de não ser importunado em seu trabalho, portanto, vamos deixar ele trabalhar, vamos gritar, xingar se preciso, no campo de jogo. 
Miro.

Esses carros todos, são pela simples presença do novo treinador.

Dá pra sentir, que deixando ele cuidar do que sabe, teremos sucesso na temporada.

Lembrem-se que no São Raimundo, deixaram ele desenvolver seu trabalho, sem interferência, e viram no que deu, aquele sucesso do time da Colina.

terça-feira, 10 de março de 2015

Primeiro treino.

Hoje a tarde, Aderbal Lana deu seu primeiro treino pra valer, no time do Nacional, fez exatamente o que o outro treinador não vinha fazendo, nada contra ele, é uma ótima pessoa, assim como todos de sua comissão mas, não estava dando resultado.

A prova de tudo isso, foram os três jogos realizados. Com o Vilhena lá em Rondônia, o time jogou mal, tanto que se não fosse o goleiro Rodrigo Ramos teríamos amargado uma derrota.


Contra o mesmo Vilhena, em Manaus, foi um vexame, time apático, sem vontade e dominado pelo visitante, contra o Paysandu, outra lástima, como aguentar?

O treino de hoje foi de posicionamento e marcação, coisa que ainda não havíamos visto com o outro comandante, a coisa mudou de figura, um clima de mais animação pairou no C.T Barbosa Filho, o semblante das pessoas que ali estavam, era completamente diferente, os torcedores com um ar de admiração e otimismo, sabendo que nesse primeiro treino, suas esperanças se renovam. Por exemplo, o lema de Lana é a palavra, é possível... Eu acredito. Porque não?
Até mais...
   

É possível, sim...

EU ACREDITO.
Estarei sempre ao lado do Nacional.
O resultado de 4 x 1 favorável aos donos da casa, em Belém, não abala em nada a certeza de que o Mais Querido ainda fará grandes apresentações ao longo desta temporada.
O Naça não jogou bem, mesmo assim dominou o adversário durante os 20 minutos finais do primeiro tempo, empatando o jogo, mas a arbitragem injustamente anulou o gol. Árbitros beneficiando times paraenses em Belém é mais antigo no futebol do que andar pra frente. A coisa já está meio descarada mesmo, como atesta esse link do Dário do Pará de hoje,http://www.diarioonline.com.br/espor…/…/noticia-322427-.html.
Nem o mais ácido dos críticos poderá deixar de admitir que se o o primeiro tempo tivesse virado 1 x 1 teríamos outro jogo no segundo tempo.
O Nacional FC tem todas as condições de vencer os paraenses no jogo da volta, disso não resta nenhuma dúvida e os dirigentes bicolores sabem disso, daí a necessidade estratégica de terem contado com apito amigo no jogo em Belém.
É preciso encaixar a marcação e melhorar a criatividade no meio campo. Duas coisas fáceis de falar e difíceis de fazer.
Acredito no trabalho de Aderbal Lana e Paulo Morgado os melhores representantes de duas gerações distintas de bons treinadores com atuação no futebol amazonense: conhecem o elenco.
O próprio Lana venceu desafios muito maiores no futebol amazonense, por exemplo, em 2013, ano em que o Nacional sob seu comando passou a existir novamente no cenário esportivo brasileiro, derrotando o Coritiba por 4 x 1, a Ponte Preta em Campinas e em Manaus por 1 x 0. Não nos esqueçamos: estas conquistas começaram com o Nacional eliminando o representante paraense na Copa do Brasil daquele ano, impondo-lhes duas derrotas, 2 x 0 em manaus e 2 x 1 no Pará. Aos pessimistas e secadores de dentro e de fora da imprensa eu digo uma coisa: vocês vão ter que aturar o Mais Querido. Ao elenco azulino e aos torcedores em geral digo o seguinte: Eu acredito.
Por Luis Cláudio Chaves.