sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Naça continua parado.

Olá amigos.

Será que em 2019, veremos essas imagens? Do jeito que a coisa vai, fica cada vez mais difícil.

É provável que nem dispute nada ano que vem, falam em parar por dois anos, arrumar primeiro a casa, ai sim, depois pensar em competições, isso no profissional.

Por enquanto, o jeito é esperar e ver se aparece um salvador da pátria para tocar o clube.  

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Nacionalinos na pesca.

Em virtude do nosso Nacional estar sem atividades, partimos para outro esporte, a pesca, assim, unimos o útil ao agradável, praticando um esporte que somos apaixonados, assim como somos pelo nosso Nacional. 

Em nossa terceira tentativa em busca dos bocudos, ainda tivemos dificuldade em capturar alguns exemplares, dessa vez nosso destino foi o Rio Negro, mais precisamente no Rio Cuieiras.

Ao chegarmos no local de pesca, nos deparamos com um rio ainda muito cheio, os peixes ainda dentro da mata alagada, nosso maior exemplar mediu 50cm, capturado pelo companheiro Maurílio, de um total de 8 peixes.


Lá encontramos as equipes de pesca do torneio do Tarumã, que alongou até o Cuieiras, tiveram mais sorte com a captura de um Açu de aproximadamente 6,5kgs.


O Cuieiras é um rio de extrema beleza, com suas águas escuras e limpas, lugares fantásticos, lindas praias, com a escassez dos tucunarés, nos restou aproveitar o passeio e curtir a natureza.

Aproveitamos para degustar esse peixe saboroso, com aquela caldeirada no capricho, além dos fritos que a dona Sandra preparou com tanto esmero.





Muito em breve nós da equipe peacok bass estaremos retornando a esse rio piscoso, mas na época certa e esperamos ter melhor sorte e conseguirmos melhores exemplares. 

Nosso desejo era estar falando do clube mais amado, o nosso Naça, mas, infelizmente...

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Naça e seus problemas.

Olá amigos.

Nosso Nacional até o momento é uma incógnita, muitas confusões com a dona FAF e o tribunal, ambos contra nosso clube, principalmente a federação que só quer um pezinho pra nos sacanear, lá todos são contra nós em tudo.


Se o Nacional não tivesse pressionado, botando pra cima na justiça comum, talvez eles até hoje, não tinham tomado nenhuma decisão, felizmente Nacional e tribunal fumaram o cachimbo da paz e tudo que prejudicava o mais querido foi retirado, estamos livres para qualquer competição ano que vem.


Agora o clube precisa resolver seus problemas para poder pensar em disputar alguma competição eo 2019.

Será que em 2019 veremos essas imagens novamente? continuamos na torcida pra que tudo dê certo para nós. 

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Caso chineses.

Nós aqui da redação, achamos que o cidadão Sr. Luiz Américo quer mesmo é se eleger deputado.

Até o momento o Nacional nunca viu um chinês mais gordo, não viu nem o cara da BSI, que dirá chinês.

Segundo ele, está cuidando do caso, conversa pra boi dormir. Se pensa que o Nacional tem torcida pra elege-lo, engana-se redondamente.

 

Nacional pede saída de Dissica e presidente do TJD.

Olá amigos.
Depois de um longo período ausente, estamos retornando, é que os assuntos referente ao Nacional estão escassos.

 Por Rômulo Almeida*, Manaus, AM

O Nacional entrou com pedido na 20º Vara Cível e de Acidentes de Trabalho, da Justiça Comum, solicitando os afastamentos do presidente da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Dissica Valério Tomaz, e do presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM), Edson Rosas, pelo crime de desobediência de decisão judicial.
Nacional-AM foi suspenso do Amazonense Sub-19 (Foto: Antônio Assis/FAF)Nacional-AM foi suspenso do Amazonense Sub-19 (Foto: Antônio Assis/FAF)
Nacional-AM foi suspenso do Amazonense Sub-19 (Foto: Antônio Assis/FAF)
Segundo o advogado do Naça, Alan Picanço, o pedido foi por conta da não remarcação dos jogos na fase de classificação do Amazonense sub-19 e, posteriormente, da exclusão do clube da competição estadual. O Leão da Vila Municipal ainda foi punido com uma multa de R$ 20 mil por ter entrado na Justiça Comum antes de acabar todas as instâncias esportivas.
O setor jurídico do Naça, além de pedir os afastamentos dos presidentes da FAF e do TJD-AM, pede a suspensão de todas as multas que foram aplicadas ao clube, pelo Tribunal de Justiça Desportiva.
Exige que o novo pedido seja julgado e que, pelo descumprimento da decisão judicial, o TJD-AM e a FAF sejam multados em R$ 50 mil, além de responderem a processo criminal.
No documento, o Nacional também pede a anulação das quartas de final do Amazonense Sub-19 e, consequentemente, do título do Fast. O clube alega que ainda tinha vaga na disputa, apesar de ter desmanchado o elenco a pedido dos próprios pais dos atletas.
Entenda o caso
A temporada recheada de polêmicas evolvendo o Nacional começou em junho, quando o ex-jogador do clube, Carlos Daniel, entrou com processo no TJD-AM cobrando o pagamento de salários atrasados referente aos meses de abril e maio de 2017, quando defendeu o Naça.
O clube teve três dias para quitar suas dívidas com o atleta, o que não ocorreu, e passou a sofrer multa diária de R$ 5 mil e teve suas atividades suspensas pela Justiça Desportiva. Com isso, teve partidas suspensas no Campeonato Amazonense Sub-19, única competição que disputava na ocasião, restando apenas três rodadas para o término da fase de classificação.
Com o andamento da fase mata-mata, o Nacional entrou na Justiça Comum para voltar à disputa. Conseguiu, mas acabou sendo excluído do torneio pelo TJD-AM justamente por ter tomado essa atitudade visto que ainda restavam instâncias desportivas.
A FAF, seguindo a decisão judicial, remarcou os jogos do clube para que acontecessem após a final do torneio, o que faria com que as partidas não valessem nada. Vale ressaltar que, a pedido dos pais dos jogadores, o time desistiu de jogar as partidas remarcadas da fase de classificação e liberou os atletas.
Pedidos do departamento jurídico do Nacional na íntegra
1º: A suspensão dos efeitos de todas as decisão do TJD/AM e da FEDERAÇÃO AMAZONENSE DE FUTEBOL que excluíram e suspenderam o clube de suas atividades e competições;
2 º: Suspensão de todas as multas aplicadas e seu pagamento, ate o trânsito em julgado deste processo; 3º: Determinar que o do TJD/AM e da FEDERAÇÃO AMAZONENSE DE FUTEBOL anule todos os jogos das quartas de finais que foram realizados sem a participação do Requerente, bem como torne nulo o titulo de campeão dado ao Fast Club, por descumprimento da decisão judicial exarada por V.Exa.;
4º: Determine que a FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DO AMAZONAS realize no prazo de 10 dias todos os jogos pendentes do Requerente as expensas da FAF e após estes realize em seguida a fase das quartas de finas com a inclusão do Requerente na classificação que lhe é de direito;
5º: Determine o afastamento do Presidente da FEDERAÇÃO AMAZONENSE DE FUTEBOL até cumprimento integral desta Tutela de Urgência, e existindo recalcitrância que V.Exa., determine a sua prisão por descumprimento do Art. 330 do CPB;
6º: Determine o Afastamento do Presidente do TJD/AM por descumprimento da Decisão judicial exarada por V.Exa., até que retire todas as multas e os efeitos da decisão que impedem o clube de participar de qualquer torneio e que não delibere e conheça de nenhuma outra Ação que verse sobre direitos e obrigações trabalhistas e matérias afetas nessa exordial;
6º: Ainda assim, se existir recalcitrância em observar os itens 1º a 5º que V.Exa., majore a multa diária, para o valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) por dia limitada a 5 (cinco) dias, a FEDERAÇÃO AMAZONENSE DE FUTEBOL e ao TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA DO AMAZONAS, na pessoa dos seus Presidentes, tudo em conformidade com o disposto no art. 536, § 1º c/c Art. 311, I todos do CPC.
8º: Por ser de mais importância social, que V.Exa., DETERMINE o bloqueio da multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), desde já em homenagem ao princípio da boa fé rogo que limite a 10 (dez) dias os valores impostos e direcione para a entidade de caridade colacionada nos autos;
*Estagiário sob a supervisão de Silvio Lima

domingo, 15 de julho de 2018

Nota oficial

NOTA OFICIAL.

Roberto Peggy emite nota e torna dívudas do clube públicas (Foto: Gabriel Mansur)
Foto. Gabriel Mansur. GE.


O Nacional Futebol Clube, instituição centenária, maior vencedor do Estado do Amazonas, com 43 títulos estaduais, vem através de sua Diretoria tornar público a crise financeira sem precedentes que passa neste período e admite formalmente a existência de pendências de pagamentos a atletas, comissão técnica, funcionários e fornecedores.
Inicialmente, queremos Informar que, até o mês de março deste ano, o Nacional FC cumpriu rigorosamente as suas obrigações e esteve em dias com seus pagamentos, referentes a temporada 2018, apesar das pendências de anos anteriores.
O Nacional sobrevive basicamente de três receitas: contribuições sociais, patrocínios e vendas de ingressos. Em 2018, estas receitas foram insuficientes para arcar com todos as despesas, apesar do trabalho austero desta diretoria em montar uma equipe com o menor custo comparado aos últimos anos.
A crise se agravou logo após a eliminação do NACIONAL FC no Campeonato Amazonense 2018, onde o clube amargou o pior desempenho de sua história, estando prestes a ser rebaixado, gerando falta de confiança nos investidores e beneméritos em relação ao projeto 2018, por consequência, passamos a ter dificuldades em fecharmos e renovarmos patrocínios para o Campeonato Brasileiro Série D.
Por outro lado, a presença de público nos estádios, que geraria uma receita importante, foi insuficiente para arcar com as despesas básicas de uma partida de futebol (ambulância, arbitragem, quadro móvel, aluguel de estádios, confecção de ingressos, taxas e impostos), por isso, amargamos prejuízos em praticamente todos os jogos da temporada, aumentando a cada partida o nosso saldo devedor.
No mesmo período, passamos a experimentar a inadimplência de alguns parceiros dificultando o recebimento de receitas previstas e que acabaram potencializando ainda mais a crise, deixando o clube com dificuldades de honrar seus compromissos mais básicos a partir do mês de abril deste ano, uma vez que, estamos pagando dívidas de anos anteriores via Justiça do Trabalho. Com a falta de pagamento junto aos atletas, enfrentamos a segunda greve em menos de 2 anos e, apesar dos altos e baixos no campeonato, amargamos mais uma eliminação na Série D, nos tirando a chance de fazermos uma renda com bilheterias futuras em jogos de fases posteriores, que poderiam amenizar a crise.
Desta forma, para contermos a crise, estamos trabalhando em algumas frentes, entre elas uma revisão no Estatuto do Clube para adequação à nova realidade econômica, permitindo a entrada de novos sócios, através da aquisição de títulos de sócios proprietários que serão colocados a venda, ação essa que não acontece há muitos anos. A venda destes títulos, vai gerar uma nova receita, revitalizando a nossa base de contribuintes e aquecendo os recebimentos mensais de taxas de contribuição, para isso, precisaremos convocar a Assembleia Geral de maneira extraordinária para validação desta ação nas próximas semanas.
Fomos também em busca de uma parceria privada internacional para entrada de capital no clube e conseguimos uma solução viável para conter a crise imediatamente, através das negociações com a empresa LEDMAN SPORTS representada pela BSI SOCCER, para a celebração de um contrato de terceirização do departamento de futebol do Nacioanal FC, no qual viabilizará um aporte financeiro imediato, capaz de sanar todas as dívidas recentes do clube, uma vez que, este recurso deve ser repassado aos cofres do Nacional FC logo após a assinatura e registro do mesmo, além disso iremos conter as despesas com futebol pelos próximos 20 anos, umas vez que todas as despesas serão subsidiadas por terceiros, deixando o clube, a partir de então, superavitário, passando a ter receitas muito maiores que suas despesas operacionais, permitindo novos investimentos e ampliação de patrimônio.
O Contrato com a BSI SOCCER/LEDMAN SPORTS está dependendo somente da aprovação do Conselho Deliberativo do Nacional Futebol Clube para os encaminhamentos das últimas demandas, com uma possível aprovação nesta quinta-feira (19) na qual, desta forma, contamos desde já com a celeridade deste processo junto aos nossos ilustres conselheiros, tendo o cuidado em avaliar o texto da minuta, obedecendo as regras da Legislação Brasileira e Internacionais, porém, observando o sentido de urgência face ao momento em que vivemos.
Para finalizarmos, queremos pedir desculpas pelo transtorno causado a todos os nossos atletas, comissão técnica, funcionários e fornecedores. Solicitamos a contribuição de todos que puderem colaborar nesse momento. Apesar das dificuldades enfrentadas pedimos a compreensão daqueles que estão sofrendo as consequências desta crise, porém, salientamos que estamos cientes das consequências jurídicas que a nossa inadimplência pode resultar.
Lamentamos a atual situação enfrentada pelo clube, única em sua história. Reconhecemos o trabalho de todos os profissionais que passaram pelo Nacional FC, mas, infelizmente não temos prazo exato para liquidar tais compromissos, mas estamos fazendo o que está ao nosso alcance para sanar todas as pendências no mais breve espaço de tempo.
Vamos seguir com fé e esperança na recuperação financeira deste que é o maior e mais amado clube de futebol do Amazonas.
Atenciosamente,
Roberto Peggy B. Pinheiro

PRESIDENTE DO NACIONAL FUTEBOL CLUBE

domingo, 24 de junho de 2018

Naça parado, chineses ainda distante.

Pois é amigos.

No que se refere a futebol profissional, tudo parado, apenas cuidando das pedências.

Quanto a negociação com os chineses, também está no compasso de espera, uma vez que a minuta de contrato tem que ser corrigido alguns itens.

De futebol mesmo, só o amador, com nosso juniores bem posicionado na tabela do campeonato, perdeu sábado para o Rio Negro por 1x0, o jogo foi no estádio Carlos Zamith.

A nossa escolinha também funcionando a todo vapor, os interessados podem ligar para a secretaria do clube pelo telefone, 92 3633-4181. 

domingo, 17 de junho de 2018

Conselho delibera reunião no Naça.

COMUNICADO.



O Nacional Futebol Clube informa que a reunião do Conselho Deliberativo ocorrida nesta sexta-feira, 15 de junho de 2018, na sala de troféus, na Sede do Clube, situada na Rua São Luiz, 230, bairro Adrianópolis, deliberou sobre os avanços das tratativas do contrato referentes a terceirização do Departamento de Futebol do Clube com algumas ressalvas na minuta do contrato para adequação à legislação brasileira; as reuniões do Conselho Deliberativo serão realizadas semanalmente até à assinatura do contrato; a presença de um representante da BSI Soccer/Ledman Sports credenciado oficialmente pela empresa para apresentações formais; a minuta do contrato terá um parecer final elaborado por um corpo jurídico formada por especialistas em direito internacional e conselheiros do Nacional Futebol Clube.
Manaus, 15 de Junho de 2018.
Nacional F.C.

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Naça aguarda os chineses.

Pois é amigos.

Após a saída da Série D, o Nacional vive momentos de incertezas, muitos problemas à vista, a falta constante de verbas, muitas despesas a saldar.

Está na expectativa dos chineses, amanhã está marcada uma reunião para a pretensa assinatura do contrato. 

Se o negócio for realmente pra frente, a verba dos chineses só vai dar para pagar as dívidas e ficaremos por vinte anos sem praticamente nada. mas, pelo menos sem as dívidas.





domingo, 10 de junho de 2018

Bela vitória sobre o Altos-PI.

Foto. águia de aço.
Foi realmente uma bela vitória, como há muito não víamos, estávamos já habituados as vitórias magras e apertadas.

Não classificamos é verdade, mas, vencemos com garra, força de vontade, raça e luta, a esse time ai da foto, damos os parabéns, assim como para o treinador Lecheva e toda a sua comissão técnica.

Mesmo com muitas dificuldades, fizemos uma boa campanha, coisa rara nos últimos 5 anos. Se o Clube estiver em condições, manter a comissão e alguns jogadores, manter uma base, tirar os jogadores desagregadores e montar o time para o campeonato amazonense 2019.
Foto. águia de aço.

Esperamos que o Nacional encontre uma solução para seus inúmeros problemas, a coisa tá feia, no momento o futuro é incerto, a solução seria essa negociação com os chineses, que anda ainda na base das incertezas, vamos ver.

De parabéns, a torcida, pela bonita festa e apoio ao time do começo ao fim do jogo. 

terça-feira, 5 de junho de 2018

Duas feras a serviço do Naça.

Pois é, amigos.

Hoje falaremos de duas pessoas muito queridas, O professor Maneca e seu filho Luis Cláudio, dois amigos que conquistamos no nosso amado Nacional.

Maneca, o maior dirigente e presidente que o Mais Querido já teve, pessoa extremamente correta, nacionalino até a raiz dos cabelos.

Quando novo, foi atleta do Clube, tanto no futebol de salão quano futebol de campo, um craque realmente feito em casa. Quando deixou os campos, dedicou-se ao Nacional inteiramente.
Para ver seu Clube de coração campeão, comprometeu por algumas vezes seu patrimônio, o objetivo? Ver o time campeão, obteve sucesso absoluto, conquistou nada mais nada menos que 15 títulos.

Ainda conseguiu o famoso hexa.
Em suas conquistas em prol do Mais Querido, conseguiu o terreno do C.T Barbosa Filho, contratou os maiores craques para o Nacional, revelou nas suas gestões inúmeros craques feitos em casa, como Fernandinho, Hidalgo, Careca, Zé Eduardo, Camarão e muitos outros.

Também foi o responsável pelas contratações dos maiores artilheiros que o Clube já teve, Jason, Darío, Edu, o rei Dadá deu trabalho, o nosso rival, o Galo havia trazido inicialmente o atacante, na primeira partida pelo rival, arrebentou, marcando alguns gols.

Tratou de providenciar aquisição de Dadá, quando o Galo pensou em contratar, Darío desembarcou em Manaus e todos pensaram que era para o rival, ledo engano Dadá era do Naça e foi aquele sucesso todo que conhecemos. 

Ai um pouquinho da história desse grande nacionalino, já é tempo de ter uma estátua no parque aquático.

O filho Luís, herdou a mesma paixão que o pai, e tem feito de tudo para manter o Leão no topo, tornou-se um magistrado da mais alta categoria, competente, inteligente. Foi protagonista de uma grande façanha, agora recentemente, ao lado de seu pai, conseguiu demover os jogadores de uma greve, em virtude dos inúmeros problemas financeiros que o Clube vive, contribuindo assim para a classificação do time a segunda fase da Série D, fato que já faziam alguns anos que o Clube não conseguia.

Segue os passos do pai, não tem como não pensarmos que será presidente num futuro bem próximo, tenho orgulho de te-los como amigos. Duas pessoas do bem e sérias, corretas.

Eles são apenas dois dos muitos amigos que conquistamos no Nacional. Parabéns aos dois por tudo.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Enfim, o time voltou a treinar.

Em meio aos burburinhos dos últimos dias, o Nacional enfim, voltou aos treinos, após algumas conversas do  Dr. Luis Cláudio e Professor Maneca com os jogadores, a paz voltou a reinar lá pelo C.T Barbosa Filho.

Foto. Ennas Barreto.

Foram dois dias proveitosos de treinos, ainda bem, de qualquer forma, o time estava bem treinado e com a preparação em dia, portanto, não há motivos para preocupações, traremos uma vitória lá do Piauí, na pior das hipóteses um empate.


A confiança voltou aos jogadores, o foco total é no time do Altos-PI, não é esse bicho papão todo, o Nacional tem nome e sempre se deu bem jogando fora. Basta manter a humildade.

O time viaja nessa madrugada de sábado e vai bastante confiante num resultado positivo, afinal de contas, o campo não é tão ruim assim, dá pro Charles cobrar bem as faltas e soltar seus torpedos de fora da área, quem sabe não tem mais sorte lá no Piauí?

A verdade é que todos estão motivados e focados num grande resultado, o novo presidente já arregaçou as mangas e tem buscado arrumar soluções, esperamos que ele tenha sorte nessa empreitada, que é cuidar dessa difícil missão, mesmo que por poucos dias, mas... 

Que venha a vitória!

terça-feira, 29 de maio de 2018

Naça não treina hoje.

Atividades no Nacional foram paralisadas na manhã desta terça-feira (Foto: Ennas Barreto/Nacional)
Foto. Ennas Barreto.

Pois é, amigos.


As notícias veiculadas no Globoesporte, Difusoura e redes sociais, não são boas, como sabemos, o clube atravessa uma de suas piores crises de sua história, situação financeira difícil, sem dinheiro e desacreditado. 

Hoje, os jogadores ensaiaram uma greve e resolveram não treinar por falta de pagamento, sem patrocínio, ninguém se dispõe a ajudar patrocinando o clube, situação muito difícil realmente.    

A diretoria vem tentando de todas as formas solucionar os problemas, sem sucesso. 

É triste para nós ver nosso Clube nessa situação, esperamos que sejam sanados todos os problemas e o Clube volte aos bons tempos.

Se tiver algum  companheiro que queira patrocinar de alguma maneira, poderá entrar em contato com este site.

domingo, 27 de maio de 2018

Naça é o primeiro do grupo.

O Nacional foi a Boa Vista e empatou por 1x1 com o São Raimundo-RR, Traz na bagagem a liderança do grupo.

Vai enfrentar o Altos no jogo de ida dia 03/jun e decide a vaga em casa no dia 10jun, temos grandes chances de sairmos vencedor e avançar de fase.

O treinador terá ai uma semana para preparar o time para o confronto, é o famoso mata a mata.

Os jogadores estão de parabéns pela luta e entrega no jogo, com aquele campo ruim, mesmo sabendo dos problemas que o clube enfrenta, merecem o agradecimento da torcida e de todos. 

Que venha o Altos.

sábado, 26 de maio de 2018

Naça faz treino de reconhecimento. Torcida estará lá.

Pois é amigos.

É nesse campo que o Nacional vai jogar, como podem ver, horrível, mesmo assim, sairemos com uma grande vitória e com o primeiro lugar na ponta da tabela.

Hoje pela manhã, fez um treino de reconhecimento do gramado, se é que podemos chamar assim.

Não tem nada não, mesmo com as dificuldades do estado do gramado, nossos jogadores darão conta do recado e conseguirão uma bela vitória.

O time não estará sozinho, como de costume, sua torcida estará ao seu lado, dando aquela força e apoio.
O ônibus saiu por volta de 19h de Manaus e deverá estar em Boa Vista mais ou menos 8h da manhã de domingo.

Leva 48 abnegados que lá, irão empurrar o time rumo à vitória, boa viagem a todos e que nos tragam a classificação. 


segunda-feira, 21 de maio de 2018

Nacional focado lá em Roraima.

Charles foi um dos destaques do Nacional na partida (Foto: Antônio Assis/FAF)
Após a belíssima partida que o Nacional jogou ,capitaneado por Charles, a bola da vez é o São Raimundo de Roraima, será uma dura batalha devido ao péssimo campo lá de Roraima, o estádio Ribeirão, dimensões pequenas, péssimo gramado, de bom lá apenas as arquibancadas, cobertas por sinal, oferecem boa comodidade aos torcedores.


O treinador Lecheva já deve estar atento para o time roraimense, a forma como joga e com certeza já deve estar armando um esquema para enfrentar o adversário, por sinal melhorou em relação ao jogo aqui em Manaus, portanto, todo cuidado é pouco.

Pena que perdemos nosso grande volante Yves, o homem que organizou o meio, ali à frente dos zagueiros, as opções são Delciney e Baé.

Com o time arrumado, temos grandes chances de vitória, se vier o empate já nos basta, estaremos classificados. 



Fininho quer fazer o gol da máscara.

Foto: (Antônio Assis/FAF)

O meia Fininho, do Nacional, enfim estreou com a tão falada máscara de proteção que abreviou seu tempo de retorno aos gramados após ele ter fraturado o nariz. Relacionado como reserva para o jogo contra o Real Ariquemes, neste sábado, na Arena da Amazônia, ele até entrou no segundo tempo, mas a volta só não foi perfeita porque faltou o gol, que teria, como ele mesmo revelou, uma comemoração especial, por conta de todas as brincadeiras que o acessório gerou.

- Eu espero ainda fazer um gol com essa máscara, porque vai ter comemoração especial. Estou sendo muito zoado. Achei que seria só pelos meus companheiros, mas até a imprensa tá brincando. Fico feliz porque sei que é um gesto carinhoso, de preocupação - disse, deixando claro que leva as brincadeiras na esportiva.

Fininho reveva ainda que a máscara causa certo incômodo, mas que fica diminuído perto da vontade de entrar para ajudar o time.

- É um acessório diferente. Acaba incomodando um pouco, mas por ordem médica tem que usar. Tive um tempo pra me adaptar, ela demorou um pouco pra chegar, mas isso é o de menos. O importante é manter o foco e ir pra dentro de campo pra ajudar os companheiros - completou.

No fim, Fininho se disse feliz por voltar e ainda ajudar na vitória, que corou o belo desempenho que o Nacional teve contra o Real Ariquemes.

- Eu tô feliz por poder entrar. Independente da minha entrada, o time tava muito bem na partida, mas fiquei feliz de entrar e ajudar meus companheiros a sair com esses três pontos. Agora é torcer pelo resultado, para irmos pra Boa Vista só pra decidir quem vai ser o primeiro ou segundo. Que bom que o Nacional deixou pra crescer na melhor hora do campeonato - concluiu.
Fonte: Globoesporte.com