terça-feira, 30 de junho de 2015

Novo atacante do Naça, promete cumprir seu ofício.

30/06/2015.
Águia de aço direto do C.T Barbosa Filho.

O Nacional tem sete reforços para a nova temporada, onde vai competir na Série D do campeonato brasileiro, na primeira fase o Mais querido tem tem 4 jogos em casa. Sua estreia será longe de casa, precisamente em Boa Vista-RR contra o time do Náutico.  O novo contratado é Nando, goleador que veio do Campinense-PB, O Nacional deposita suas fichas nesse jogador e espera muito dele no comando de ataque azul.

nando; nacional; manaus; amazonas (Foto: Ennas Barreto)
Foto. Ennas Barreto.
Pelo Campinense, marco 5 gols nas últimas cinco partidas, portanto, já é um bom começo, é novo, tem só 27 anos e segundo ele, vai procurar fazer seu ofício, que é marcar gols. Fisicamente, está bem, uma vez que disputou as finais do campeonato paraibano.

Já Lusmar, também espera ganhar um lugarzinho no time titular e ajudar o Leão da Vila a conquistar o tão sonhado acesso à Série C. Luta não vai faltar, veio pra ficar e ajudar seus companheiros no campeonato brasileiro. 
Até mais...
.

Treino tático.

Na tarde de hoje, o time do Naça treinou tático e posse de bola, os jogadores tem se esforçado bastante nesse começo de atividades para o segundo semestre, onde disputarão a Série D.

Os novos contratados, tem agradado nos treinos, parece que Nando vai se encaixar bem no comando de ataque, Aderbal gostou do futebol do jogador, protege bem a bola e sabe se movimentar no ataque muito bem.

Com Lusmar não foi diferente, tem boa movimentação, bom passe e é um volante canhoto, o que Lana queria para compor o lado esquerdo do campo.


Gilson e Tiago Floriano chegam nessa quarta-feira, ambos estavam resolvendo alguns problemas e logo estarão treinando com seus novos companheiros.
Até mais...

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Pra valer.

Hoje oficialmente, o Nacional treinou em seu C.T visando a Série D. Aderbal treinou mini coletivo, ou melhor posse de bola.

Dos novatos treinaram Nando, Rafael Pereira, Lusmar e Felipe, apesar de um primeiro treino movimentado, todos foram razoavelmente bem.

Com a sequência diária de treinos, a coisa tende a melhorar, no momento Aderbal ainda não pensou na montagem da equipe, é claro que na cabeça dele já fervilham os pensamentos para a formação da equipe titular.
Após o puxado treino, os goleiros ainda tiveram fôlego para os trabalhos que Iuna faz todos os dias, exige bastante de Rodrigo, Wagner e Tiago.

Eles não reclamam, dedicam-se ao trabalho com seriedade, afinal, todos pensam em ser titular, normal, Rodrigo que se cuide, porque de goleiros, estamos muito bem, três grandes goleiros e grandes profissionais, no caso deles, a amizade é muito importante, um torce pelo outro, que bom. Isso é prenúncio de sucesso.
Até mais... 

Naça divulga preço dos ingressos para a Série D.

Por Manaus, AM
Diretoria do Naça confirma valor de ingressos à Série D (Foto: Gabriel Mansur)
O Nacional já decidiu o estádio em que vai atuar como mandante durante a Série D do Campeonato Brasileiro: a Arena da Amazônia. Agora, o presidente do clube, Mário Cortez, definiu o preço dos ingressos para os quatro jogos em que o Leão da Vila Municipal mandará em casa ao longo da primeira fase do torneio. A equipe manauara encara Vilhena-RO, Remo-PA, Rio Branco-AC e Náutico-RR nos dias 19 de julho, 09 e 30 de agosto, e 13 de setembro, respectivamente.
Mário Cortez (Foto: Adeilson Albuquerque)De acordo com Cortez, apenas a partida diante dos paraenses terão um valor diferenciado, ao custo de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Os outros três duelos custarão o mesmo preço: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Ainda segundo o dirigente, os bilhetes mais elevados no confronto contra o Leão é justificado pelo maior número de torcedores adversários em território baré.
Mário Cortez acredita que valor dos ingressos não deva subir muito caso time se classifique à 2ª fase (Foto: Adeilson Albuquerque)
- O Remo tem torcida aqui, nós temos torcida. Será um jogo de duas torcidas - resumiu o mandatário, que espera vencer os jogos para receber bons públicos na Arena.
- Na medida que o time vai bem, o torcedor aparece. O torcedor é movido a vitória. Então precisamos ir bem - acrescentou.
Questionado se o valor das entradas poderia subir caso o time se classifique à 2ª fase, Cortez disse que poderá ficar estabilizado na faixa dos R$ 40 (inteira).
- Na segunda fase, vamos pensar se mantemos R$ 20 e R$ 40 - finalizou.
Sem amistosos
Em relação a possíveis amistosos preparatórios para o torneio Nacional, o presidente afirmou que não há essa possibilidade.
- Haverá apenas treinamentos, pois não temos condições de marcar amistosos. Não temos como enfrentar as equipes do Amazonas, e não vale a pena jogar contra times amadores - concluiu.

domingo, 28 de junho de 2015

Ótima festa do BI.

Realmente foi uma ótima festa oferecida à torcida. Regada a uma saborosa feijoada, preparada especialmente pelo chefe Maurício e como complemento, muita cerveja gelada, água e refrigerante, além de muita MPB e pagode, tudo 0800.

Ai na foto, o Alex, o Rolando e seus amigos fiéis, faça chuva ou faça sol, eles estão todos os domingos do ano no parque aquático do Naça, comemorando o título ao lado do troféu de bi-campeão 2015 do Mais querido. Abs.



A torcida, aproveitou e curtiu muito cada momento, a comida e a bebida, dançou ao som da Banda do Lula e do grupo de pagode, os pagodeiros.
Outra galera nota 10 curtindo a festa, felizes com o título do Naça e já preparando-se para muitas emoções a partir do dia 12jul com a estreia do Naça em Boa vista-RR, contra o time do Náutico.
Provavelmente teremos dois ônibus com destino àquela cidade.
Zeca papa tudo, dessa vez não veio sozinho, dona Lu marcou o bichim de perto, não papou nada, só a feijoada, e mesmo assim, sob o olhar da patroa, ele que se meta...Rsrsrsr...
Um certo baixinho, devorou três montanhas de feijoada, não digo quem foi, só o do meio, o pac menzinho é terrível...Rrsrsr...  


Prestigiaram a festa alguns craques campeões, como. Rodrigo Ramos, Wagner, Peter, Tiago, Paulo Morgado e Pedrinho, nosso preparador físico.

Falando no time, hoje treinaram a parte física, um treino puxado, por isso apenas alguns compareceram, mas, foram todos convidados.

Até mais... 









Primeiro treino rumo à Série C.

Hoje, foi o primeiro treino para a Série D do campeonato brasileiro, hoje, foi o início da nossa caminhada rumo à Série C. Elenco nós temos e com a chegada dos novos reforços, ficaremos ainda mais fortes, nesse primeiro dia, estiveram presentes, Lusmar, (o primeiro da frente) Felipe e o lateral Felipe Vieira. (ex Penarol)

No domingo, chegam, Nando e Thiago Floriano e na segunda, Gilson, ai sim, o elenco estará completo. Aderbal terá pouco mais de duas semanas para armar a equipe vencedora para a competição, como todos sabem, a estreia será em Boa Vista-RR, no dia 12/07 no estádio Ribeirão, campo ruim e de pequenas dimensões, quando chove, fica impraticável.

Jogamos lá em 2013 contra o mesmo adversário e apesar da maior categoria técnica do Naça, tivemos dificuldades para vencer, ai, surgiu o talento do nosso craque Danilo Rios que driblou a zaga do Náutico inteira e fez um golaço, final Naça 2x1, o outro gol foi de Morisco cobrando falta. Portanto, daqui pra frente, é darmos as mãos e apoiar maciçamente o Mais Querido. Se eu disser uma coisa vocês não acreditam, tem torcedor que já está criticando antes de começar. Isso não é bom, por favor, nada de críticas, o momento é de solidariedade aos jogadores e comissão técnica.

Leonardo.

A águia de aço vem aqui prestar sua homenagem ao nosso grande ídolo, o Léo, você estará sempre em nosso coração, mas, a vida é assim, agradecemos por tudo o que fez pelo nosso Naça e pelos lindos gols, sorte e sucesso a você.
Fininho.

O mesmo pra você também, desejamos tudo de bom, sucesso na sua carreira sempre. Também agradecemos pelo que fez e pelos gols. Lamentamos muito, mas a vida é assim.  
Até mais...

sábado, 27 de junho de 2015

Novo atacante do Naça, chega domingo.


São Bento x Guarani - atancante Nando domina na grande área (Foto: Jesus Vicente)

Nando, novo atacante do Naça. 

Nando atacante Mogi Mirim (Foto: Erlin Schmidt / EPTV)


O Linense anunciou na manhã desta segunda-feira contratação de um reforço para o ataque para o Paulistão de 2015. Chega para jogar no Elefante o atacante Nando, que vem de dois acessos seguidos nesta temporada.
Luis Fernando Batista, de 26 anos, conquistou o acesso da Série A2 para a elite do Paulistão no primeiro semestre com o São Bento de Sorocaba. Na segunda parte do ano, esteve no elenco que levou o Mogi Mirim da Série C para a Série B do Campeonato Brasileiro.
Nascido em Araçatuba, o atacante jogará perto de casa. Ele também já atuou por Asa de Arapiraca e Santo André.

Pacote de reforços do Naça para 2015.

26/06/2015 19h20 - Atualizado em 26/06/2015 23h02

Por Globo.esporte.com, trabalho de Silvio Lima. 

Gilson, Felipe e Rafael Vieira são atletas aproveitados de clubes que disputaram o Amazonense deste ano. Outros três, são jogadores desconhecidos do torcedor local

Por Manaus, AM

Gilson zagueiro do Princesa (Foto: Isabella Pina)Gilson (ex-Princesa) é um dos reforços para a Série D (Foto: Isabella Pina)
Com a presença do técnico Aderbal Lana, a diretoria do Nacional anunciou, nesta sexta, às 16h, na sede do clube, no Adrianópolis, na Zona Centro-Sul de Manaus, os novos reforços do time para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. Ao todo, são seis novos jogadores, alguns que disputaram o Amazonense por outros clubes e outros até então desconhecidos do torcedor.
Dos atletas conhecidos, a diretoria anunciou o zagueiro Gilson (ex-Princesa do Solimões), o atacante Felipe (ex-Fast e que atuou no clube em 2013) e o lateral-esquedo, Rafael Vieira (ex-Penarol).  Existia a possiblidade de contratar Léo Paraíba (ex-Princesa), mas o jogador tinha um pré-contrato com o Remo e escolheu disputar a Série D pelo clube paraense.
Já entre os desconhecidos, o Nacional contratou o volante Lusmar, que na verdade foi emprestado junto ao Brasiliense (o jogador tem contrato até 2017 e o Naça arcará com 50% do salário do atleta). Outra novidade é o atacante Nando. Não o que estava no Princesa, mas outro que vem do Campinense-PB. E, por último, o meia Thiago Floriano, vindo do Anapolina-GO.
Nacional-AM anúncio de jogadores diretoria (Foto: Silvio Lima)Técnico Aderbal Lana, vice-presidente Maneca, presidente Mário Cortez e diretor Gilson Mota (Foto: Silvio Lima)
O treinador do Nacional, Aderbal Lana, justificou que as contratações dos jogadores que já atuavam no Campeonato Amazonense foram feitas com base em atletas que se destacaram em seus clubes e que estão adaptados ao clima da região.
- Observei alguns jogadores que estão aparecendo e que estão adaptados ao nosso futebol. É mais fácil (contratar). Porque eu não vou achar pelo Brasil aí um zagueiro igual o Gilson não. Vai ser difícil. E o que eu trazer pra cá, vou tá dando tiro no escuro. Então, é um jogador que pode cobrir qualquer um dos nossos zagueiros que estão jogando. O lateral esquerdo está adaptado no Penarol. Fez duas grandes partidas contra nós e as partidas que eu o vi jogar foi o principal jogador do Penarol. Já o Felipe é um jogador que trabalha na linha de quatro, ou na linha de três atacantes. Faz o terceiro que volta no meio campo e que marca, sabe fazer uma diagonal boa – explicou.
Lusmar, volante do Paulista (Foto: Divulgação/ Paulista )Volante Lusmar atuou pelo Paulista em 2014 (Foto: Divulgação/ Paulista )
Já em relação aos “novatos”, Lana explicou que no caso de Lusmar é um volante que ele procurava, um canhoto, e que pode se enquadra em determinados sistemas de jogo. O vice-presidente e diretor de futebol do Naça, Manoel do Carmo Chaves (o Maneca), foi além e comparou o jogador a Cláudio Barbosa (hoje falecido) que, segundo ele, era volante e fez dois gols contra o Atlético-MG em 1986. 
Ficha técnica dos jogadores
Nome: Gilson Mundim Costa (Gilson)
Posição: Zagueiro
Último clube: Princesa do Solimões
Idade: 29 anos
Histórico: Uberada (2005), Uberlândia (2006), União de Araxá (2007), Mamoré (2008), Votoraty (2009), Rio Preto (2012), Plácido de Castro (2003 e 2014).

Nome: Felipe dos Santos Costa Fidencio (Felipe)
Posição: Atacaten
Último clube: Fast Clube
Idade: 29 anos
Histórico: Vespasiano-MG (2006), Penarol-AM (2010), América-AM (2010), Americano (2011), Macaé (2011 e 2012), Nacional-AM (2013), Maringá (2014).

Nome: Rafael Vieira Moreira (Rafael Vieira)
Posição: Lateral esquerdo
Último clube: Penarol-AM
Idade: 27 anos
Histórico: Paysandu (2006/2008), São Raimundo-PA (2010/2011), Independente-PA (2012), Santa Cruz-PA (2012), Castanhal-PA (2013), Tuna Luso (2014)

Nome: Lusmar Teodoro Gomes Júnior (Lusmar)
Posição: Volante
Último clube: Brasiliense
Idade: 24 anos
Histórico: Goiás (2008 e 2009), Morrinho (2010), Aparecidense (2010), Guarani (2011/2013), Goianésia (2013), Paulista (2014).

Nome: Luis Fernando Batista (Nando)
Posição: Atacante
Último clube: Campinense
Idade: 27 anos
Histórico: Mogi Mirim (2009/2010), Santo André (2010), Mogi Mirim (2011), Asa (2012), Mogi Mirim (2013), São Bento (2014), Mogi Mirim (2014), Linense (2015).

Nome: Thiago Floriano da Silva (Thiago Floriano)
Posição: Meia
Último clube: Anapolina-GO
Idade: 31 anos
Histórico: Taubaté (2004), Flamengo-SP (2005), Ferroviária (2006), Pinheiros-SC/Taubaté (2007), União São JOão (2008), América-SP (2009), Araguaia/Iporá/Aparecida EC (2010), Independente-PA (2011/2012), Santa Cruz-PA (2013/2014).

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Caras novas no Naça.

Amanhã, sexta-feira, o Nacional estará divulgando seus novos contratados, estarão chegando, um
volante, um atacante, um lateral esquerdo e um meia atacante, os nomes serão divulgados pelo Clube e no sábado pela manhã, já estarão iniciando as atividades para o campeonato brasileiro da Série D. Ai sim, Danilo Rios estará treinando oficialmente pelo Mais Querido, estará renovando nossas esperanças em uma grande campanha rumo à Série C.
No dia 12 de julho, começaremos nossa caminhada contra o Náutico de Roraima, como em 2013, será o mesmo estádio, o Ribeirão, estádio acanhado, gramado ruim, pelo menos em 2013 estava péssimo, como não fizeram reforma, não deve ter mudado muita coisa.

Está previsto 2 ônibus com destino a Boa Vista, esperamos vencer a partida, Afinal, nossa equipe está treinada, praticamente, uma vez que estávamos disputando o campeonato amazonense e treinamento é o que não faltou.
Até mais...





quinta-feira, 25 de junho de 2015

Naça na Arena Vivaldo Lima.

24/06/2015 15h00 - Atualizado em 24/06/2015 16h28.

Manoel do Carmo Chaves, o Maneca, vice-presidente do clube, revela a proposta. Leão estreia no torneio dia 12 de julho, contra o Náutico-RR, fora de casa

Por Manaus, AM

Arena da Amazônia pode ser a casa do Nacional na Série D (Foto: Gabriel Mansur)
‘’O Nacional vai mandar seus jogos da Série D na Arena Vivaldo Lima’’. Quem revelou o planejamento foi o vice-presidente do clube, Manoel Carmo do Chaves, o Maneca. De acordo com o dirigente, o alto custo do estádio não impedirá o Leão da Vila Municipai de fazer do local sua ‘’morada’’. No site da CBF, por enquanto, está o estádio Ismael Benigno (Colina).
- Não tem nada disso de Colina ou Coroado. O Amazonas tem um estádio de Copa do Mundo pronto para ser utilizado. O Nacional vai mandar todas as suas partidas da Série D na Arena Vivaldo Lima. Não podemos dar razões a esse povo do Sul, pois a Arena não tem nada de elefante branco – disse Maneca.
Questionado sobre como a diretoria bancaria com as despesas do estádio, o dirigente foi enfático: ‘’Os torcedores que bancarão, comprando os ingressos e indo aos jogos’’.
Manoel do Carmo Chaves, Maneca (Foto: Adeilson Albuquerque)Maneca afirma que clube mandará os jogos na Arena (Foto: Adeilson Albuquerque)
- Rapaz, não interessa o preço do estádio. Com o time bem, ganhando os jogos, os torcedores vão acompanhar os jogos. Eles que vão pagar os custos, comprando os ingressos e indo aos jogos – concluiu.
Sobre os ‘’burburinhos’’ relacionados as possíveis negociações com Léo Paraíba, do Princesa, e  outros reforços que disputaram o Campeonato Amazonense de 2015, Maneca desconversou.
- Cara, isso ai não existe. Nós, do Nacional, só anunciamos jogadores quando o contrato está assinado. Como podemos falar do Léo Paraíba, se ele está negociando com o Remo? Nós não temos nada para falar em relação a isso por enquanto – finalizou.


Confira os jogos do Nacional na 1ª fase da Série D
Dia 12/07 – Náutico-RR x Nacional - 16h*, em Boa Vista
Dia 19/07 –  Nacional x Vilhena (RO) - 16h*, em Manaus
Dia 26/07 – AC-1 x Nacional - 18h*, em Rio Branco
Dia 09/08 – Nacional x Remo - 16h*, em Manaus
Dia 23/08 –Remo x Nacional - 15h*, em Belém
Dia 30/08 – Nacional x AC-1 - 16h*, em Manaus
Dia 06/09 – Vilhena x Nacional - 16h*, em Vilhena
Dia 13/09 – Nacional x Náutico-RR - 15h*, em Manaus

* Horário de Manaus.
**Por Gabriel Mansur (sob supervisão de Isabella Pina)

Juniores só empata.

Debaixo de um sol escaldante, do verão que se aproxima e desse céu maravilhoso com esse azul lindo, o time de juniores do Nacional empatou em 2x2 com o time do ASA, jogo realizado no C.T Barbosa Filho.

No primeiro tempo, perdemos uma enxurrada de gols mais ou menos uns 6 na cara do gol, conseguimos fazer 2x0. Já no segundo tempo o time do ASA se recuperou e aproveitou-se da nossa falta de pontaria e empatou a partida.

Com relação ao primeiro jogo, onde perdemos para o Fast de goleada, hoje o time mostrou evolução, só não saímos com a vitória em virtude dos gols perdidos, do contrário teria sido vitória do Leão da Vila Juniores. O próximo jogo será sábado as 9h na Colina.
Até mais... 

terça-feira, 23 de junho de 2015

Bi-campeão e record.

Amigos.

Como diz o ditado, onde tem taça, é do Naça, é o de número 43, conquistado de uma maneira mais que honrosa, quebramos nosso próprio recorde de vitórias seguida em uma competição, se antes eram dez vitórias consecutivas, hoje são 15, fato jamais alcançado em uma disputa de campeonato amazonense.

Pra completar levamos de quebra o título de campeão 2015, ou melhor, bi-campeão, apesar do record, passamos por momentos difíceis nas finais contra o Princesa do Solimões, tornou-se um adversário difícil, jogou muito bem, mas, prevaleceu a maior categoria técnica do Leão da Villa e soubemos vencer.

Muita comemoração, merecidas por sinal. Ai o manjado troféu que a federação oferece durante anos, é a mesmice de sempre, com dois meses está desbotando, não se pode manusear que quebra com facilidade, mesmo assim tem um valor inestimável para nós. A FAF devia se mancar e oferecer um troféu melhor. 

Juniores.
Não esqueçam, é amanhã 24, as 15h no C.T Barbosa Filho, Nacional e Asa. Vamos prestigiar
Até mais...  

Juniores treinam no C.T.

Com o time profissional de folga, foi a vez do time júnior mostrar serviço nesta tarde no C.T Barbosa Filho, a garotada comandada por Paulo Morgado, treinou tático e fundamentos, o time, em relação ao da estreia, está muito modificado, mais reforçado, principalmente com os três que vieram do Operário.

Não é mais aquele time, está mais forte e focado para o jogo contra o ASA quarta-feira 24, no C.T Barbosa Filho, a partida tem início as 15h.

Pedimos que a torcida compareça para incentivar nosso time, os meninos estão mais vontade e melhor adaptados, portanto, na quarta, vamos ao C.T prestigiar o time. Que precisa do incentivo da galera.
Até mais...

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Danilo Rios confiante.

22/06/2015 14h15 - Atualizado em 22/06/2015 14h15.

Meia acertou o retorno ao Nacional há mais de um mês, para disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. Time manauara estreia dia 12 de julho, contra o Naútico-RR

Por Manaus, AM


Mais de seis mil pessoas foram à Arena da Amazônia e prestigiaram o 43º título amazonense da história do Nacional, no sábado, após vitória por 2 a 1 sobre o Princesa do Solimões. Porém, entre elas, "escondido" entre a multidão, estava um "velho conhecido" da torcida nacionalina: Danilo Rios. O meia, que há mais de um mês acertou seu retorno ao Leão da Vila Municipal, esperou apenas o apito do árbitro para se "infiltrar" no gramado e comemorar o caneco junto de seus companheiros.
Danilo Rios Nacional-AM apresentção (Foto: Divulgação/Nacional)Danilo Rios durante a apresentação deste ano no Nacional (Foto: Divulgação/Nacional)
No momento de "selfies" e gritos de ''campeão'', o meia, de 27 anos, deu uma parada na euforia para conversar com a imprensa presente no estádio. Apesar de enfatizar o caneco estadual, Danilo afirmou que o principal objetivo do time na temporada é o acesso à Série C. Contratado exatamente para a disputa do torneio, ele garante aos torcedores que, apesar de não atuar oficialmente desde sua rescisão com o Maringá-PR, estará 100% para a estreia, no dia 12 de julho.
- Fiz questão de vir antes, exatamente para treinar mais, para me adaptar com o pessoal. Foi importante para mim, estou treinando há um bom tempo, fisicamente melhorei muito. Claro que o ritmo de jogo não é igual ao do pessoal, mas agora vão ter esses dias para entrosar mais ainda, e tenho certeza que dia 02 vou estar 100% para jogar - ponderou o atleta, antes de afirmar que a campanha realizada no Barezão dará moral ao clube para o restante da temporada. 
Danilo Rios Nacional (Foto: Frank Cunha)Danilo Rios marcou seu nome na história nacionalina na temporada de 2013 (Foto: Frank Cunha)
- Esse título é muito importante para dar confiança a equipe durante o ano, pois nesse ano o grande objetivo é a Série D, o acesso à Série C. Acho que temos tudo para conquistar, e se Deus quiser vamos conquistar todos juntos - finalizou.
O Nacional estreia na Série D do Campeonato Brasileiro diante do Naútico-RR, no dia 12 de julho, na casa do adversário, que, até o momento, ainda não está definido.
* Por Gabriel Mansur (com supervisão de Silvio Lima)

domingo, 21 de junho de 2015

Naça ainda curte o título.

Aderbal, obrigado e boa sorte, nos dê o acesso.
Ainda sob as fortes emoções vividas no sábado, com a conquista do título de número 43, o primeiro da Arena da Amazônia Vivaldo Lima, o nosso novo Vivaldão. A torcida nacionalina tenta reviver os points que eram usados no saudoso Vivaldo Lima. No momento, está sendo utilizado para as resenhas, os bate-papos depois dos jogos, a Arena Amadeu Teixeira.

O que está faltando para que isso se torne uma constante, é que o governo arrume uma maneira de nos aproximar mais da Arena da Amazônia, como? Criando estacionamentos, observamos que tem alguns lugares que podem em dias de jogos servir para que a torcida acomode seus carros com maior segurança. Por exemplo. Em frente ao prédio do Centro de Convenções, aquilo em dias de jogos fica completamente vazio, outro ponto, na área de concentração das escolas de samba, outro ponto, em frente a cidade do samba, tudo isso pode servir de estacionamento, além da área que circunda a Arena Amadeu Teixeira.

Um dos motivos principais que afasta o torcedor, é justamente a falta de estacionamento, se o governo se preocupar um pouquinho mais com o torcedor, que também é eleitor, certamente ganhará muitos pontos, é só pensar com carinho, vamos dar um conforto melhor para o torcedor, oferecer condições, vai facilitar bastante na volta do público ao estádio. 

Os jogadores curtem merecidas folgas até sexta-feira, no sábado recomeçam os treinos para a Série D, ai o bicho vai pegar, trata-se de uma competição mais forte, logicamente o time deverá ser mais forte, carece de alguns reforços. Isso, com certeza, a diretoria irá providenciar. As posições, todos sabem, o professor Lana saberá conduzir esse assunto.  

Festa.
Será no próximo domingo em horário a ser definido, provavelmente iniciando na parte da manhã até à tarde, muita cerveja estará a disposição do torcedor nacionalino, fiquem ligados.
Até mais...
É o de número 43, o primeiro da Arena da Amazônia Vivaldo Lima.

Naça, o primeiro campeão da Arena.

Para ser campeão, o Nacional teve que usar de algumas vantagens, como por exemplo. Usar bem o regulamento e esperar o Princesa. O Nacional  no primeiro tempo, apenas limitou-se a marcar o time de Manacapuru. 

No segundo tempo o Naça abriu o placar com Júnior Paraíba cobrando pênalti sofrido por Robinho, após uma arrancada maravilhosa em direção ao gol, Rascifran derrubou e rede. Era o primeiro gol rumo ao título de número 43.

Não demorou muito para vir o empate, Nando recebeu passe e fuzilou de fora da área, tornando-se o primeiro amazonense a fazer um gol na Arena da Amazônia. 1x1.

Mas, as maiores emoções viriam no segundo tempo, quando o Princesa, precisando reverter a vantagem nacionalina, veio com tudo obrigando Rodrigo Ramos a operar alguns milagres com lindas defesas, salvando o Naça da derrota.

Por outro lado, o Nacional também aprontou das suas e Rascifran também brilhou, tivemos várias chances de ampliar o placar sem sucesso, até que Charles aos 46 minutos, Charles recebeu a bola na entrada da área, driblou o zagueiro e marcou o segundo gol nacionalino, selando a vitória e foi só aguardar o apito do árbitro Edmar da Encarnação.
A Torcida prestigiou e comemorou muito, título mais do que merecido, é o de número 43. O primeiro na Arena da Amazônia.

Naça mais uma vez na história.
 Ai, nosso grande treinador, pegou o regulamento e botou debaixo do braço e o resultado esperado, foi positivo, Lana, parabéns e obrigado por mais um título. Nós da Águia de aço agradecemos.













Muita comemoração, e entrega das medalhas, até Danilo Rios prestigiou seus companheiros. Parabéns a todos os jogadores, a todos os funcionários e a diretoria. Nós da Águia de aço, agradecemos. 
Até mais...  

sábado, 20 de junho de 2015

É tudo ou nada.

Time enfrenta o Princesa neste sábado, na Arena da Amazônia, pelo jogo de volta da final do Amazonense. Leão pode perder por até um gol de diferença para ser campeão

Por Manaus, AM

Aderbal Lana, treinador do Nacional (Foto: Marcos Dantas)
Após realizar o último treinamento antes da grande decisão contra o Princesa, neste sábado (20), na Arena da Amazônia, a equipe do Nacional já encontra-se concentrada para o duelo que vale o título. De acordo com o treinador Aderbal Lana, o foco está em jogar desde o início como se não houvesse vantagem, utilizando-a somente se necessário. O técnico revela que a carga de treinamentos foi menos puxada por causa do cansaço da equipe e exalta a primeira decisão de Amazonense na Arena.
Aderbal Lana, treinador do Nacional (Foto: Marcos Dantas)Com a melhor campanha do campeonato, somando a primeira fase e os jogos do mata-mata até aqui e sem poder ser alcançado, o Nacional priorizou o cuidado com o desgaste do elenco antes da grande final ao longo de toda a semana de treinamentos. Aderbal Lana revela que a apesar da expectativa pela grande final foi preciso "tirar o pé".
- Tivemos treinamentos normais, mas com uma carga de trabalho um pouco menor. Foi um campeonato muito longo e problemático e por isso sabíamos que precisávamos poupar energia para a final. Foi uma semana diferenciada por conta da expectativa para o jogo, mas foi preciso desacelerar um pouco - disse ao GloboEsporte.com.
Ele afirma que a semana também foi importante para controlar o emocional dos atletas.
- Está todo mundo tranquilo. Nessa reta final o grupo tem uma reunião com a diretoria e com a comissão técnica antes do jogo, justamente para deixar claro que o papel deles é jogar futebol. E que mesmo que façamos tudo certo, o título pode acabar não vindo. Então, cada um terá suas responsabilidades, principalmente a comissão técnica. O trabalho consistiu também em controlar o emocional e a adrenalina para o jogo - completou.
Nacional e Princesa final do Amazonense 2015 (Foto: Marcos Dantas)Nacional e Princesa fazem a final do Amazonense 2015 (Foto: Marcos Dantas)
Lana fala ainda sobre a vantagem adquirida no jogo de ida - vitória por 1 a 0 e, consequetemente, o direito de perder por até um gol de diferença (joga por dois resultados iguais, pois teve a melhor campanha na primeira fase). Para ele, o resultado só deve ser "utilizado" caso seja necessário. A ideia é jogar como se a vantagem não existisse, segundo ele.
- Sabemos que temos uma vantagem, mas  só podemos usar quando for preciso. Temos um adversário muito forte pela frente e temos que dar o máximo. Temos que esquecer que essa vantagem existe, e se houver necessidade, por uma circunstância ou outra da partida a gente pode jogar pelo resultado - afirmou.
Ele acredita que para ser campeão, o Nacional deste sábado (20) deve ter a mesma postura da equipe que entrou em campo no primeiro jogo e conseguiu uma vitória valiosa em um jogo nervoso.
- O negócio é ter vontade, determinação, posicionamento e todas as qualidades que mostramos ao longo do campeonato - disse.
Convite ao torcedor
Lana também diz que gostaria de ver o torcedor em peso na Arena da Amazônia. Além do motivo histórico, ele afirma que esta é uma excelente oportunidade para utilizar um estádio que custou tão caro.
- O advento da Arena é uma coisa boa para o futebol amazonense. Hoje, ir ao estádio é como ir a um shopping e temos que aproveitar. Agora, eu penso que deveria haver uma condição melhor para se jogar na Arena. Recentemente estivemos na Fonte Nova (sede da Copa em Salvador) e vimos que não há dificuldade de se jogar lá. Os torcedores conseguem chegar com tranquilidade. Aqui é sempre uma dificuldade. Ruas são fechadas, o trânsito é alterado. O torcedor fica a 3 Km do estádio. Precisamos parar com essa frescura de padrão Fifa e voltar ao padrão baré. 

Horário do jogo. 15h.
Data. 20/06/2015.
Nacional x Princesa.
Local. Arena Vivaldão.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Treino no Carlos Zamith.

Hoje, o treino não foi no C.T Barbosa Filho e sim no Carlos Zamith, como a arena do não pode, não foi cedida ao Nacional, a diretoria conseguiu o estádio Carlos Zamith, que tem a mesma grama da arena.

Assim os jogadores ficam mais familiarizados com o gramado e dimensões do campo, que tem a mesma metragem da arena, deu pra pelo menos se aproximar do palco do jogo decisivo de sábado.

Aderbal treinou tático e posicionamento e posse de bola, muito importante para o bom desempenho da equipe no campo de jogo.

Amanhã sexta, deve rolar um recreativo no C.T, lembrando que esse tipo de treino serve para o jogador marcar seu lugar para receber o passe. O time vai completo pra cima do Princesa.
Até mais...

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Novamente de portões fechado.

Pois é, amigos.

Naça repete tática e treina de portões fechados para 2º duelo com o PrincesaO treinador Aderbal Lana solicitou mais uma vez que os portões do C.T Barbosa fossem fechados, tudo para uma maior tranquilidade nos treinamentos, maior privacidade de todos.
Assim, Lana terá liberdade para por em prática suas ideias e assim por em prática suas ideias, suas jogadas ensaiadas, enfim, tudo para a melhoria do time.
Até mais... 

Cautela e paciência, não faz mal a ninguém.

17/06/2015 11h15 - Atualizado em 17/06/2015 11h15

Paciência e experiência são os pontos fortes do Naça, garante Felipe Manoel

Volante que 'caiu nas graças' da torcida nacionalina comenta clima antes da finalíssima diante do Princesa do Solimões, que acontece este sábado

Por Manaus, AM


“Vamos encontrar dificuldade. O Princesa quer o título e nós também”, diz Felipe Manoel, o volante que cresceu de qualidade ao longo do Campeonato Amazonense e caiu nas graças da torcida do Nacional. Às vésperas da finalíssima do estadual, admite as qualidades do adversário. mas ressalta os pontos da equipe nacionalina.
Volante Felipe Manoel, do Nacional-AM (Foto: Ennas Barreto/Nacional FC)Volante Felipe Manoel, do Nacional-AM (Foto: Ennas Barreto/Nacional FC)
- Paciência e experiência são nossos pontos fortes. Muitos jogadores do nosso elenco estão acostumados a decisões, por isso, tenho certeza que será um grande jogo e nós vamos lutar para vencer - afirma.

Felipe que já disputou o Campeonato Pernambucano e Copa do Brasil em 2008, pelo Sport Recife, explica que é essencial manter a humildade, apesar da vitória no primeiro jogo da final que dá ao Nacional a chance de perder por até um gol de diferença.

- Sempre pregamos a humildade no nosso grupo. Devemos manter os pés no chão, mesmo diante à vitória, como aconteceu no primeiro jogo, Não ganhamos nada ainda - disse.

Ingressos.

Os ingressos para a final entre Nacional e Princesa do Solimões custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), estão sendo vendidos na sede do Leão, na Rua São Luiz, 230, Adrianópolis e na loja Sport, Line Nell, A. 7 de Setembro, 1184, Centro, a partir desta terça (16) até às 11h, do sábado (20). A partir das 12h, as entradas poderão ser adquiridas na bilheteria da Arena da Amazônia. 

terça-feira, 16 de junho de 2015

A Arena do não e da exploração.

Pois é, amigos.

A Arena da Amazônia, nos deixou um legado negativo em todos os sentidos, exceto na beleza e conforto. Tirando isso,tornou-se a arena do não.

Nada pode, não pode torcer, não pode tomar a cerveja gelada, não pode estacionar, não pode bandeiras, não pode os salgadinhos, não pode o churrasquinho de gato do Boca, do Rambo, não pode a fumaça, não pode comprar o ingresso mais barato, enfim, não pode uma infinidade de coisas. É muito cara para os padrões do nosso futebol, quem teve a ideia de construí-la, foi por puro interesse, não pensaram em todas essas dificuldades. Tornou-se aquilo que toda a imprensa do sul e sudeste sempre falou, um elefante branco. Pra fechar, proibiram o Nacional e o Princesa de treinarem na Arena. Pode? Não pode, são uns brincalhões, só pensam neles. Os preços, nem se fala, exorbitantes, somos roubados em todos os jogos, na Arena, na Colina e no Zamith, quando reclamamos, recebemos na cara, a famosa frase. É o padrão Fifa. Vão pro inferno. Que lazer é esse?


Com a inoperância da Federação, que nada faz para melhorar nosso futebol, vejam que em pleno campeonato amazonense, o presidente anda de viagens pelo exterior as custas da CBF, isso é típico dele. Quem não lembra que ele foi prefeito do município de Eirunepé, distante 1.100km de Manaus, viveu sempre ausente e está no poder há 24 anos, enganando o torcedor. O pessoal que ele deixa na FAF, fazem o que o peixe faz, nada. Exceto promover os campeonatos regionais, muito mal por sinal.



Já o nosso saudoso Vivaldão, podíamos tudo, como, estacionar tomar cerveja, sairmos de casa e estacionar na porta do estádio, comer nosso churrasquinho de gato, nosso salgadinho, curtir a nossa saudosa mangueira, onde tomamos todas embaixo dela, podíamos ficar resenhando em frente ao estádio pelo tempo que quiséssemos, podia bandeiras, enfim, tudo que não pode na Arena. Como podem ver nas fotos o Vivaldão também era confortável.  

Uma sugestão. Que tal dotar a Arena de estacionamentos, acabarem com a ideia idiota de 1000 metros longe do estádio, deixando nossos carros a mercê dos assaltos, por ai vai...

Pra se ter uma ideia, as finais só puderam ser realizadas na Arena, porque o governador José Melo patrocinou as duas partidas da final e o campeonato amazonense com uma verba a ser distribuída entre os 10 clubes participantes. Agradecemos governador. 

Até mais...  

Naça treina tático e posicionamento.

João Rodrigo em ação.
Na tarde desta segunda-feira, Lana e morgado realizaram treinamento tático, posicionamento e os fundamentos.

Foram aproximadamente 50 minutos de treino, visando o Tubarão do Solimões no sábado.

Na parte dos fundamentos, destaque para Tiago Verçosa, João Rodrigo e Weverton.

No gol.
Iuna não deu refresco para Rodrigo Ramos e companhia, como de praxe, aqueles treinamentos puxado, chegando quase a exaustão, eles não reclamam, pois, além de profissionais, sabem perfeitamente que é para melhor desempenho em suas funções.
João Rodrigo, ai na foto, está recuperado da dengue e já treina com seus companheiros, com certeza estará em campo no sábado.
Até mais...

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Nosso herói.

Mauricio Leal dedica gol para família que esteve na Arena
Nacional
40Google +0
15.06.2015 - 18:48 - Amazonas
Foto: Anderson Silva
Aniversariante da última quinta-feira, o zagueiro Mauricio Leal não pensou só em si mesmo e decidiu homenagear a esposa Larissa com o gol que pode garantir o bicampeonato Estadual para o Nacional. Os filhos, Bárbara e Lucas, também não foram esquecidos pelo xerife da zaga nacionalina.

A homenagem foi no clima de dia dos namorados, já que os jogadores azulinos passaram a noite do dia 12 de junho, que antecipou a partida, concentrados para a primeira decisão.

“Deus tem abençoado. Meu aniversário foi na última quinta, mas esse gol é para a minha esposa, Larissa, que sempre me deu força para não desistir e também meus filhos Bárbara e Lucas”, dedicou o xerifão a esposa que foi, juntamente, com os filhos dar um beijo no maridão na saída do campo.

O tento marcado de cabeça aos 10 minutos do segundo tempo fez o jogador atingir a marca do segundo gol na competição.
Fonte: Jornal A Crítica

domingo, 14 de junho de 2015

Naça treina na segunda.

O elenco nacionalino descansou neste domingo. Após a desgastante partida de ontem na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, contra a equipe do Princesa, pela primeira partida da final do campeonato amazonense.

Na segunda, voltam aos treinos e o pensamento é um só, o Princesa, será uma semana de muitos treinos, táticas de jogo, jogadas ensaiadas, até que Aderbal ache a formação ideal para o último jogo da final.

Se não me engano, Felipe Manuel levou o terceiro cartão amarelo, mas, temos Lídio para seu lugar. Lá na frente está difícil saber quem Lana irá lançar, se Leo, Tiago Verçosa ou Júnior Paraíba, um deles será o companheiro de Charles no ataque.
Até mais...
Galeria de fotos.














*













*
*














*














*














Três nacionalinos de fé. O amigo Luis e seus filhos.